Veja detalhes sobre o auxílio de até R$ 3 mil reais. e quem terá direito a receber.

Imagem: Reprodução/Google


Recentemente, o Governo Federal destinou que mais de R$ 2 bilhões foram destinados a pagar por auxílio emergencial retroativamente. Assim, mais de um milhão de brasileiros podem verificar se têm direito a benefícios.


Entre os grupos que podem receber esse lote de assistência, destacam-se os pais solteiros pais solteiros pais solteiros chefes de família, ou seja, aqueles que receberam a cota simples do programa no ano de 2020. Apesar disso, existem alguns pré-requisitos que devem ser cumpridos:


  • Família incluída no Bolsa Família em abril de 2020;
  • Cadastro atualizado no Cadastro Único (CadÚnico);
  • Desempregados;

Renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa familiar (R$ 606) ou até três mínimos para toda a família (R$ 3.636). No caso de pais solteiros matriculados na plataforma, eles devem ser pelo menos 1 menor sob tutela, além de não ter cônjuge.


Além disso, neste caso, o Ministério da Cidadania avaliará se o chefe da família realmente não tem cônjuge e, em seguida, liberará o benefício.


Em relação aos programas do Governo Federal, cerca de 80 milhões de famílias já foram beneficiadas. Os pagamentos por auxílio emergencial começaram em janeiro deste ano, e os valores variam de 600 a 3.000 reais, de acordo com o número de parcelas recebidas anteriormente.


  • Recebeu as 5 parcelas do auxílio emergencial original pode receber R$ 3.000,00 a mais;
  • O recebimento em maio de 2020 terá direito a R$ 2.400,00;
  • Recebido a partir de junho de 2020 ganhará R$ 1.800,00;
  • Recebido a partir de julho de 2020 terá depósito de R$ 1.200,00;
  • Recebido a partir de agosto/2020 terá direito a R$ 600.

Ou seja, todos aqueles que já receberam as 5 parcelas simples de cotas entre abril e agosto de 2020 terão direito ao bônus de 3 mil reais. No entanto, para aqueles que foram aprovados após o auxílio emergencial de 2020, o valor a ser pago será de 600 reais.


Como consultar o valor do auxílio?


Para consultar o auxílio e saber se você tem direito ao pacote extra é simples: acesse o site da Dataprev, empresa de tecnologia previdenciária do governo, e preencha os espaços obrigatórios com: nome completo, CPF e data de nascimento.


No entanto, vale ressaltar que aqueles que não receberam o pagamento do auxílio emergencial no ano passado não terão acesso a valores retroativos.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem