Você trabalhador não recebeu o abono salarial do PIS/Pasep? Saiba como contestar

Imagem: Reprodução/Google


O Ministério do Trabalho e Previdência Social informou nesta quinta-feira, 7, que começou a receber pedidos de recursos administrativos de trabalhadores que não tinham autorização para receber o abono salarial do PIS/Pasep em 2022. Os trabalhadores podem questionar o não pagamento por meio de solicitação de recursos nas Superintendências Regionais do Trabalho do Ministério do Trabalho e Previdência Social. O governo deu um prazo de 45 dias para analisar e responder às perguntas.


Os pagamentos do abono salarial do PIS 2020 começaram a ser pagos em fevereiro, e os beneficiários poderão sacar o dinheiro até 29 de dezembro. Com tudo, mais de 23 milhões de trabalhadores foram capacitados.


No mês anterior, mais de 1,671 milhão de trabalhadores foram incorporados ao pagamento do abono salarial do PIS/Pasep. A Dataprev concluiu a finalização dos dados de aproximadamente 1,9 milhão de pessoas inscritas para receber o abono. Esses trabalhadores foram considerados qualificados para receber o benefício do Governo Federal.


Os sistemas da empresa utilizam as novas regras da legislação e as diretrizes do Ministério do Trabalho e Previdência Social (MTP) para verificar a adequação do programa.


Recurso Administrativo


Os trabalhadores que se acham que têm direito a receber o abono salarial do ano-base 2020 podem entrar com a inscrição a partir de 5 de abril, através do endereço eletrônico: trabalho.uf@economia.gov.br (em vez de UF você deve entrar nas siglas do seu estado natal).


O Ministério aconselha os trabalhadores a verificar os canais de acesso para se certificarem de que receberam o benefício ou não, antes de apresentarem o pedido de recurso. Isso porque existem algumas situações em que o abono é depositado e o trabalhador não identifica esse depósito em sua conta.


Existem apenas dois canais credenciados para pagamento do abono, Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil. A Caixa Econômica Federal é a instituição responsável pelo pagamento do PIS. Ele faz pagamentos através de conta corrente, conta poupança ou conta poupança social digital.


Quando não é possível depositar o benefício em conta, o dinheiro é disponibilizado na plataforma Social da instituição financeira (agências, lotéricas, autoatendimento e Caixa Aqui). O beneficiário deve obter o Cartão cidadão da instituição, a data é informada na Carteira de Trabalho Digital.


Quem tem direito a receber o abono salarial do PIS/Pasep?


Para ter direito, o trabalhador precisa atender a alguns requisitos, tais como:


  • Estar cadastrado no Pis/Pasep ou no CNIS (data do primeiro emprego) há pelo menos cinco anos;
  • Trabalharam para empregadores que contribuem para o Programa de Integração Social (PIS) ou o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep);
  • Ter recebido até dois salários mínimos médios de remuneração mensal no período trabalhado;
  • exercer atividade remunerada, por pelo menos 30 dias, consecutivos ou não, no ano-base considerado para cálculo;
  • Tenha seus dados corretamente informados pelo empregador (Pessoa Jurídica/Governo) na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) ou no eSocial do ano-base considerado para cálculo.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem