IPVA 2022 deverá sofrer reajuste após alta no preço dos veículos; Confira!

Imagem: Reprodução/Google

Os preços dos carros dispararam no Brasil desde o início da pandemia. Sejam eles usados, novos ou seminovos, os preços não estão nada convidativos. Como se isto não bastasse, o valor do IPVA (Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores) também irá subir por conta do aumento no preço dos automóveis.A projeção é de alta no imposto. Devido a falta de semicondutores, algumas montadoras não estão produzindo carros neste mês.


A General Motors, por exemplo, que sofre com a falta de componentes, está sem estoque de modelos Onix e Onix Plus, que lideravam o mercado até março deste ano. Juntamente com isso, a disparada do dólar também impacta e essa soma indica um IPVA mais caro.


Base de cálculo maior 

O IPVA é calculado com base nos preços de veículos praticados pelo varejo e medidos pela Tabela FIP. A Sefaz (Secretaria da Fazenda) ainda não comunicou a alta do imposto em números, pois os estudos saem somente em novembro.


As alíquotas são fixas, porém, com o aumento do valor de mercado, a base de cálculo subirá.


Proprietários de veículos a gasolina ou flexíveis pagam, por exemplo, 4% do valor de mercado em São Paulo. Já os veículos movidos a álcool, elétrico ou a gás adquiridos antes de 15 de janeiro deste ano, pagam 3%. Os que foram comprados após esta data, também pagarão 4%.


Por conta disso, o governo também não consegue estimar quanto irá arrecadar com o IPVA 2022.

A Sefaz disse ao Jornal do Carro que ainda não tem os valores venais dos veículos que serão utilizados como base de cálculo para o IPVA do ano que vem. 


A tabela (de valores venais) deverá ser finalizada em novembro e publicada em dezembro de 2021”, dizia a nota oficial. Portanto, o calendário e as projeções de arrecadação ainda estão sendo elaboradas.


Valorização dos carros

Paulo Garbossa, diz que “o consumidor vai pagar mais porque, hoje, o carro dele vale mais que no passado. A gente está acostumado com a desvalorização de, ao menos, 15% do valor do carro assim que cruzamos a porta da concessionária. Contudo, recentemente, o patrimônio valorizou”.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem