Bancos Santander, Bradesco e BB oferece linha de crédito exclusivo para para MEI; conheça as taxas e condições.

Imagem: Reprodução/Google

O número de MEI (microempreendedor individual) está crescendo em todo o Brasil, e alguns bancos prepararam linhas de crédito especiais para estes profissionais. Conheça as opções oferecidas pelo Santander, Bradesco e Banco do Brasil.


Santander 

O Banco Santander tem seu portfólio uma proposta de empréstimo para os MEis. É oferecido um crédito de até R$21 mil, com a intermediação da empresa de microfinanças Prospera.



A maior parte dos empréstimos para os empreendedores individuais concedidos pelo Santander foram solicitados por salões de beleza, costureiras, revendedoras de cosméticos, donos de bares, entre outras atividades. A finalidade do crédito é o de proteger o trabalho das empresas, conforme as mesmas vão criando mais trabalho e  aumentado a renda.



A parceria com Prospera é a responsável por este empréstimo especial para os MEIs. A empresa possui uma variada carteira de serviços que conta com conta corrente, seguro, conta poupança, maquininha, atendimento pessoal para auxiliar na gestão de negócios, entre outros.



Quando o empreendedor contrata o empréstimo do Santander, ele consegue mudar o cenário econômico em torno da empresa. Isto acontece pois cerca de 70% da renda proveniente desses empreendimentos passa entre a comunidade. 


Além de ajudar a comunidade a sua volta, o cliente do Prospera pode ainda aplicar uma porcentagem dos lucros na educação dos filhos, por exemplo.


Como solicitar o empréstimo MEI Santander 


Os empreendedores interessados devem entrar no site do Santander e abrir uma conta empresarial. Através desta conta, o empreendedor tem acesso a vantagens exclusivas voltadas para clientes PJ. 


Também é possível agendar um atendimento presencial com uma agente Prospera para conferir os acordos.  O Santander já concedeu mais de R$5 bilhões em empréstimos MEI. A instituição afirmou que este montante já ajudou mais de 500 mil empreendedores do Brasil.


Empréstimo para MEI no Banco do Brasil 

No BB, os empreendedores informais encontram uma linha de crédito que opera através do celular. A modalidade do Microcrédito Produtivo Orientado (MPO) pode ser solicitada na plataforma digital, sem impressão de certificados e assinaturas físicas.


O Banco do Brasil pode liberar um empréstimo com valor entre R$ 1 mil a R$ 21 mil, e o pagamento pode ser efetuado entre 5 a 18 parcelas.


Regras 

O microcrédito pode ser concedido para os empreendedores da categoria informal e que tenham uma renda bruta de até 30 mil por mês. 


Os Microempreendedores Individuais (MEIs) que contam com faturamento de até R$ 81 mil por ano e ainda, as microempresas com lucro de até R$ 360 mil ao ano, podem pedir o empréstimo. De acordo com o BB, os gastos do Sistema Financeiro Nacional (SFN) não podem ultrapassar os R$ 80 mil.


Como solicitar o empréstimo

Caso esse seja o primeiro pedido do empreendedor, ele deverá se dirigir a uma agência do BB para solicitar o empréstimo. Já a partir do segundo pedido, tanto a solicitação como o procedimento para contratar o crédito novamente podem ser feitos por telefone ou WhatsApp.


Isso acontece pois após a autorização, o empreendedor passa a assinar de forma eletrônica todos os documentos, como Termo de Adesão, Cláusulas Gerais e Custo Efetivo Total.


Mas, após entrar no aplicativo do BB, o usuário deve ir na opção “Perfil” e entrar em “Configurações pendentes” utilizando a senha de seis dígitos. Após a verificação, a operação é oficializada sem a interferência da agência.



Bradesco 

O Bradesco não possui uma linha de crédito voltada para os MEIs, mas tem uma opção voltada para as empresas. O banco criou uma linha de crédito de R$ 27 bilhões para ajudar as empresas a arcar com a folha de pagamento. 


Como funciona a linha de crédito Bradesco 

A finalidade principal desta linha de crédito é custear a folha de pagamento de micro e médias empresa, ou seja, negócios com faturamento menor do que R$ 360 mil reais por ano.


Esta é uma maneira do Bradesco de se aproximar dos pequenos empreendedores e ofertar uma solução especial para esse público.


O banco afirma que o objetivo da linha é conceder uma taxa de juros reduzida e beneficiar  cerca de 7 milhões de empresas. Como forma de aumentar o público da linha de crédito, o Bradesco retirou a obrigatoriedade de as empresas estarem em dia com a Previdência.


Como aderir a linha de crédito do Bradesco


Podem participar da linha de crédito as empresas com faturamento menor do que R$ 360 mil e acima de R$ 10 milhões. Para começar, acesse o Bradesco Net Empresa e vá na opção “Crédito Folha Pgto”.


Após isso, leia e confirme as condições do contrato, valide sua assinatura eletrônica e finalize o processo.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem