Governo analisa simplificar Bolsa Família, diz ministro da Cidadania

Imagem:Google

O ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos-BA), declarou que o governo estuda ampliar o programa Bolsa Família, além de simplificar as regras de acesso ao benefício, a partir de agosto de 2021.


“Para este ano, temos saldo para poder vislumbrar a ampliação do programa. Estamos levantando os dados para encontrar a equação mais sustentável”, declarou, acrescentando que está interagindo com a área econômica para levantar fontes de recursos para 2022 e adiante.
 


O Ministério da Cidadania é a pasta responsável por programas como auxílio emergencial e Bolsa Família. De acordo com Roma, há sobra orçamentária porque os beneficiários do Bolsa Família serão agraciados pelos quatro pagamentos do auxílio emergencial. Segundo o ministro, esse gasto não será contabilizado no orçamento do programa, que fica desta forma com uma “sobra” de quatro meses nas contas.


“Vários temas têm sido abordados e há outros programas que buscamos formatar. É natural que ocorra demanda de marca, mas já ficou claro que o governo Bolsonaro não tem esse viés marqueteiro”, ressaltou Roma.