Novas regras de trânsito: Confira o que muda na aplicação de multas no País.

Imagem:Google

O Brasil agora tem novas regras de trânsito. Na segunda-feira (12), entraram em vigor as 57 alterações do TCC (Código de Trânsito Brasileiro). Entre as principais mudanças está o tempo de validação da carteira de motorista, sistema contábil de multas e obrigatoriedade de questões de segurança. seguir.


Os pilotos brasileiros devem estar atentos. Após a sanção da Lei 14.071, do presidente Jair Bolsonaro, as regras nacionais de trânsito foram atualizadas.


A partir de agora, os motoristas de até 50 anos só precisam renovar a CNH a cada 10 anos. Aqueles entre 50 e 69 anos estão presentes atualmente, o documento deve ser atualizado a cada 5 anos. Finalmente, mais de 70 a cada 3 anos.


O código é de 1997 e tivemos várias mudanças desde então. Acho que o que tem sido feito é satisfatório, mas o dia a dia é o que vai dizer se deve haver mais mudanças ou não", diz Fábio Karaver, advogado especialista na área de Trânsito e membro da Comissão de Direito de Trânsito da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) em São Paulo.


Mudança na aplicação de multas

No que diz respeito às multas, o antigo TCC gerou avisos de acordo com a gravidade das infrações. Agora, o motorista que tiver seu histórico de pontos redefinido e cometer um erro, receberá apenas um aviso por escrito.


Na repetição, as infrações serão contabilizadas como ponto na CNH. É importante ressaltar que o motorista tem até 30 dias, a partir da expedição da multa, para realizar o procedimento de contestação.


Caso não faça a defesa, o prazo máximo de aplicação da pena e expedição da notificação de penalidade ao infrator é de 180 dias.


Contagem de pontos em (CNH)

Com as mudanças acima, a contabilidade de pontos acontecerá gradualmente. Cada motorista pode acumular até 40 pontos dentro de um período de 12 meses, porém nenhuma das infrações pode ser considerada muito grave.


Existe a possibilidade de marcar 30 pontos, para quem teve uma infração gravíssima e 20 pontos para quem teve duas ou mais infrações graves. É importante ressaltar que o placar contado antes da renovação da lei ainda é válido.


Uso da cadeirinha para crianças

Com relação ao uso do cading, a exigência ainda será mantida. Todas as crianças até 10 anos de idade e menores de 1,45m devem utilizar o equipamento. Se a medida for violada, será considerada uma infração gravíssima.


Regras para motociclistas

Quanto à circulação em motocicletas, foram determinadas idades mínimas e mais obrigatórias, sendo:


  • Menores de 10 anos são proibidos na garupa de motocicletas
  • O farol deve ser aceso durante o dia
  • O uso da viseira ou óculos é mantido