Liberado! Beneficiários do bolsa familia agora apodem consultar o beneficio via CPF; veja como fazer

Imagem:Google

O Bolsa Família é um programa social criado para socorrer as famílias em situação de pobreza e baixa pobreza. Se você está nesta condição veja passo a passo de  como consultar o Bolsa Família pelo CPF. O processo pode ser feito totalmente online.  Descubra também como fazer o cadastro no Bolsa Família e qual a renda necessária.


Importante destacar que para ser selecionado para receber o beneficio é necessário ter seus dados no Cadastro Único do Governo Federal.

Caso ainda não tenha veja como fazer abaixo no subtítulo “Como fazer o cadastro no Bolsa Família?”.


Agora casa já tenha seus dados no Cadastro Único saiba como consultar o Bolsa Família pelo CPF. Saiba também que bloqueio do Bolsa Família e BPC foi adiado.


O processo de consulta do Bolsa Família pelo CPF é feito pelo site da Caixa Econômica Federal. Sem mais delongas, vamos para o passo a passo:


  • Selecione “Consulta benefícios por família”;
  • Uma nova tela será aberta, preencha o CPF e o NIS  do responsável legal;
  • Clique em “consultar”;
  • O  nome completo do responsável deve aparecer na tela;
  • Selecione o nome;
  • Na página seguinte você terá acesso aos valores liberados e os que já foram sacados do benefício;


Como fazer o cadastro no Bolsa Família? Veja passo a passo:

 

Com a pandemia, muitas pessoas viram suas rendas diminuírem.  Fato que levou milhões de pessoas a procurarem o Auxílio Emergencial.

Agora, sem prorrogação do benefício até o momento, uma opção é se inscrever no Bolsa Família. Como fazer o cadastro no Bolsa Família? Saiba que o processo é simples. Leia este artigo até o final e tire todas as suas dúvidas.


Faça a inscrição no Cadastro Único na sua cidade. Confira clicando aqui os endereço do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximos;


Pode ser que exista horários alternativos de funcionamento do CRAS, em caso de dúvida entre em contato com a prefeitura da sua cidade ou com a secretária responsável.


De acordo com a Secretaria Especial de desenvolvimento Social, “a inscrição no Cadastro Único deve ser feita por uma pessoa da família chamada de Responsável Familiar, que precisa ter pelo menos 16 anos e, preferencialmente, ser mulher”;


Entre os documentos a serem apresentados estão o CPF ou título de eleitor, além de algum documento dos outros integrantes da família;


Aqueles integrante de famílias quilombolas devem também apresentar o Registro Administrativo de Nascimento Indígena (RANI).


A partir disso, é preciso aguardar a aprovação do governo federal. Para conseguir o Bolsa Família, é necessário estar dentro das regras de renda per capita ( confira abaixo mais detalhes).