Novo golpe aplicado pelo WhatsApp que envolve um falso cadastro do programa Renda Cidadã e Auxilio Emergencial.

Imagem:Goole

Um novo golpe envolvendo um suposto benefício oferecido no WhatsApp acaba de ser descoberto. O texto que está sendo repassado no aplicativo de mensagens chama a atenção dos usuários ao informar que os cadastros estão abertos para um programa chamado Renda Cidadã de Emergência.


Na mensagem, os golpistas dizem que os interessados em receber um benefício no valor de R$ 350 devem se cadastrar no site consulta.renda-cidada.com e compartilhar o texto com outros. Veja mais informações sobre este novo golpe.


Golpe de Renda do Cidadão de Emergência

Após receber informações sobre um suposto novo benefício, o Rendimento Cidadão de Emergência, a vítima é instruída a preencher seus dados pessoais no site e compartilhar a mensagem para ter direito a R$ 350.


"O Cadastro de Renda Cidadã emergencial do MINISTÉRIO DA CIDADANIA já está disponível. O auxílio pode chegar a R$ 350 por família cadastrada.
Veja se você tem direito ao benefício", diz o texto do golpe.


No site indicado para inscrição, você pode ler as seguintes informações:


"O Ministério da Cidadania está selecionando famílias de todo o Brasil para participar do Programa de Renda Cidadã emergencial 2021. STATUS DO CENTRO DE REGISTRO ONLINE: Selecione um Estado DA CIDADE: Selecione uma cidade de nome completo: Digite seu nome."


"CADASTROS DE BENEFÍCIOS DISPONÍVEIS ATÉ 03/11/2021 PRÓXIMO Antes de preencher o formulário de inscrição, encaminhe as informações sobre o Programa de Renda Cidadã emergencial para seus contatos no WhatsApp! PARA A FRENTE."


O que realmente acontece

Ao preencher os dados solicitados, a vítima é redirecionada para uma página que faz com que o computador ou celular usado no registro seja travado.
Além disso, os golpistas agora têm acesso aos seus dados pessoais, o que pode causar ainda mais danos se forem usados em outros esquemas criminosos.


É importante ressaltar que não existe um programa emergencial de Renda Cidadã em nível nacional, e que o cadastro de qualquer programa social do governo é feito via WhatsApp. Na verdade, existe um programa com o mesmo nome no Estado do Amapá, mas os registros também não são feitos via aplicativo de mensagens.


O presidente Jair Bolsonaro chegou a anunciar um programa chamado Renda Cidadã no ano passado, que viria a substituir o Bolsa Família, mas a ideia foi abandonada pouco depois.