Ultimo prazo de Inscrições da CNH Social encerram na próxima semana neste estado; Veja como participar

Imagem:Google

Goianos que quiserem ter acesso a carteira de habilitação gratuita devem ficar atentos aos prazos.

Nessa semana, o Detran informou que o período de inscrições da CNH Social se encerrará no próximo dia 17. Os interessados devem fazer a candidatura através do site do órgão, atendendo aos critérios exibidos abaixo. Acompanhe.


A CNH Social está cada vez mais ganhando espaço nos estados brasileiros. O projeto permite que a população consiga ter acesso a carteira nacional de habilitação sem precisar custear as taxas referentes as escolas de trânsito e servidos do Detran. Para quem mora em Goiás, as candidaturas ainda podem ser feitas.


CNH Social DE Goiás

De acordo com o calendário do Detran GO, as inscrições ficarão disponíveis até o dia 17 de março. Ao todo, estão sendo ofertadas cerca de 3 mil vagas nas mais variadas modalidades. Para participar é preciso comprovar ter baixa renda e fazer a candidatura pelo site www.detran.go.gov.br.


Essa é a terceira edição do programa no estado. A ação vem sendo feita em parceria com o governo local e tem como finalidade permitir uma maior ingressão no mercado de trabalho através da obtenção gratuita da carteira de habilitação.  Até esse momento, cerca de 6 mil goianos já tiveram a CNH por meio do projeto, iniciado no fim de 2019.



“Os contemplados recebem isenção de taxas como inclusão no Renach, Licença de Aprendizagem de Direção Veicular, agendamento de prova teórica, agendamento de exame prático, exame médico e psicológico. Por meio de parcerias com os Centros de Formação de Condutores (CFCs), são oferecidos ainda o curso teórico de legislação de trânsito, as aulas práticas de direção e até três retestes gratuitos”, diz nota do Detran.


Quem pode se candidatar na CNH Social?

Para poder participar é preciso cumprir algumas regras. Como o projeto tá vinculado como uma espécie de ação social, é impreterível que os participantes comprovem não obter um valor de renda anual elevado.


De modo geral, as determinações impostas pelo projeto são:


  • Renda de até 2 salários mínimos;
  • Inscrição no Cadastro Único do Governo Federal – CadÚnico;
  • Agricultores Rurais;
  • Pessoas egressas do sistema prisional;
  • Inclusos no programa Bolsa Família;
  • Estar desempregado;
  • Maior de 18 anos;
  • Comprovar ser um jovem de baixa renda;
  • Não ter registro de trabalho regulamentado pela CLT.

Qual documentação devo apresentar?

Todos os participantes precisam enviar seus registros para o Detran validar a inscrição, entre os documentos solicitados estão:


  • RG;
  • CPF;
  • Carteira de trabalho do inscrito e das pessoas que compõem o núcleo familiar;
  • Comprovante de residência;
  • Certidão de nascimentos das crianças ou membros que não possuem RG;
  • Histórico Escolar para estudantes que desejam ingressar pelo programa.

Como se candidatar?

  • Primeiro, acesse o site do Detran GO;
  • Depois, procure pela opção ‘inscrição CNH Social’;
  • Ao carregar a página, realize o preenchimento do questionário oferecido pelo site;
  • Após o término, clique em enviar.


Processo de obtenção da carteira

Uma vez aprovado, o cidadão dá início a sua matricula nas escolas de trânsito vinculadas ao Detran GO. Entre suas atividades, será preciso cumprir toda a carga horária teórica, assistindo as aulas sobre regras e leis de trânsito.


Além disso, há ainda a participação nas aulas práticas de direção e o exame final para a obtenção da carteira. O motorista ainda precisará fazer todos os exames médicos para avaliar sua saúde mental, sendo sujeito a uma consulta com um oftalmologista também de forma gratuita.


Cumpridos todos os procedimentos e aprovado das provas, terá a CNH em mãos.


Distribuição de vagas

De acordo com os informes do Detran, 5% das vagas serão repassadas para pessoas com deficiência.
85% são para quem vai ter a primeira habilitação, 9% para adição e 6% para mudança de categoria.


Ao todo, o governo investiu cerca de R$ 11 milhões (incluindo desembolso financeiro e isenção das taxas) para a execução do projeto. Há ainda uma previsão de mais R$ 5,7 milhões para novas chamadas até o fim do ano.


Para mais informações sobre a CNH social fique de olho em nosso portal.