INSS libera ajuste de 25% para algumas aposentadorias. Veja quem tem direito.

Imagem:Google

Os aposentados que precisam de cuidados terceirizados tiveram um aumento de 25% no valor da aposentadoria por idade e tempo de contribuição.

A medida do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) funciona como um acréscimo para pagar o acompanhante e cobrir as atividades diárias.


Assim, o beneficiário terá direito a alguém que possa auxiliá-lo, podendo ser enfermeiro, profissional contratado ou membro de sua própria família. Para receber ajuda do governo, é necessário receber aposentadoria por invalidez e comprovar a incapacidade de trabalhar.


Quem tem direito a um aumento de 25% na aposentadoria?

De acordo com o decreto, a lista de situações que dão direito ao aumento de 25% para os aposentados, são as seguintes:


  • Cegueira total;
  • Perda de nove dedos ou mais alto do que isso;
  • Paralisia dos dois membros superiores ou inferiores;
  • Perda dos membros inferiores, acima dos pés, quando a prótese é impossível;
  • Perda de um membro superior e um membro inferior, quando a prótese é impossível;
  • Perda de uma mão e dois pés, mesmo que a prótese seja possível;
  • Doença que requer permanência contínua no leito;
  • Alteração de faculdades mentais com grave perturbação da vida orgânica e social;
  • Incapacidade permanente para atividades de vida diária.

Como solicitar o aumento?

Caso o segurado que recebe a aposentadoria por invalidez não possua o aumento automático que é concedido pelo INSS, o segurado poderá solicitar o direito ligando para o telefone 135 ou através do portal meu.inss.gov.br ou do meu aplicativo do INSS. O requerente deve apresentar os seguintes documentos para formalizar a solicitação:


  • CPF e documento de identidade com foto (requerente e representante, ou advogado);
  • Termo de representação legal ou procuração; E
  • Documentos médicos que comprovem dependência de terceiros.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem