Novo Bolsa Família deve ser lançado partir de fevereiro, diz o Ministro da Cidadania Onyx Lorenzoni.

Imagem:Google

Segundo o Ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, o novo Bolsa Família será anunciado no mês de fevereiro. O programa social, que atende mais de 14 milhões de brasileiros, deve sofrer algumas mudanças em seu formato.


Entre as modificações esperadas, estão os valores dos pagamentos. Acredita-se que o Bolsa Família poderá pagar até R$ 200 por mês, dependo da situação. A divulgação do programa aguarda a autorização do presidente Jair Bolsonaro.


Por causa disso, o ministro afirmou em entrevista que não pode divulgar os valores. Todavia, ele salientou que o governo quer dar segurança ao beneficiado. "Vamos dar garantia para as famílias. Se a pessoa se empregou e perdeu o emprego por algum motivo, pode voltar para o programa, sem entrar na fila", disse Onyx.


Inclusão de mais pessoas no novo Bolsa Família

Além do provável aumento dos valores das parcelas, nos bastidores do governo se fala em ampliar a quantidade de pessoas atendidas pelo programa de transferência de renda.

Para que isso seja possível, é preciso que haja uma autorização do Ministério da Economia.


A ideia de se colocar mais pessoas vem do cenário deixado pelo auxílio emergencial. Nele, o governo disse ter descoberto “pessoas invisíveis”, que precisam de ajuda, mas nem estavam registradas no Cadastro Único, base do Bolsa Família.


A equipe econômica precisa equacionar os gastos para que eles não ultrapassem o teto previsto para 2021. Portanto, ainda não se sabe como o governo fará a ampliação. Os detalhes serão divulgados no anúncio do Bolsa Família 2021.


Calendário Bolsa Família 2021 já foi lançado

Se as novidades do Bolsa Família ainda não saíram, ao menos o calendário já é de conhecimento público. O governo já lançou o cronograma completo até o final de 2021. Vale lembrar que os pagamentos passarão a ser feitos por meio do aplicativo Caixa Tem. As mudanças estão sendo feitas gradualmente, conforme o NIS do beneficiário.