Banco do Brasil dará descontos de até 100% na negociação de dívidas com o financiamento estudantil (FIES).

Imagem: Google

O Banco do Brasil anunciou que os estudantes que estão atrasados com o Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) da instituição podem renegociar suas parcelas até o final deste ano.

De acordo com o novo programa lançado pelo banco, estão previstos descontos de 25% a até 100% em juros de atraso no pagamento.


Como as parcelas não podem ter valor inferior a R$ 200 e quem pagar integralmente o financiamento ou o saldo devedor se beneficiará de redução de 100%.


Para pagamentos em até quatro parcelas semestrais e para reembolso em até 24 vezes, serão concedidos 60% do desconto.


Quem optar por pagamentos em até 145 vezes terá 40% de desconto no reembolso e 25% para quem pagar em até 175 meses.


Esses descontos estão previstos na Lei 14.024/2020, editada como forma de ajuda em meio à pandemia coronavírus.


A renegociação é válida para contratos assinados até o segundo semestre de 2017, com dívidas vencidas e não pagas até 10 de julho deste ano.



Os pagamentos parcelados começam no início do próximo ano. Se o estado de calamidade pública devido à pandemia ser prorrogado novamente, o pagamento da primeira parcela é para o mês seguinte à sua rescisão, de acordo com a resolução do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação que foi emitida em setembro.


A exceção é para os casos de amortizações em parcela única, que devem ser feitas até 31 de dezembro.


Aplicativo do Banco do Brasil

O pedido de renegociação dos atrasos foi feito apenas nas agências, durante esta semana o pedido foi liberado pelo Banco do Brasil.


Nos casos de contratos garantidos por fiança convencional ou conjunta, será necessário o atendimento dos fiadores como agências. Nessas situações, as renegociações não serão liberadas pelo aplicativo.


Após a formalização das condições de renegociação, não será possível cancelar ou alterar o método de pagamento, mesmo que seja solicitado antes do vencimento da primeira parcela.


Outras informações podem ser obtidas pelo WhatsApp do Banco do Brasil, pelo telefone (61) 4004-0001, e pela Central de Atendimento do BB (0800-729-0001).