Banco Digio e Uber fecham parceria e oferecem empréstimos aos motoristas do aplicativo; veja como solicitar.

Imagem: Reprodução / Google

Devido à pandemia do novo coronavírus, muitas pessoas estão buscando empréstimos dos bancos.
Para ajudar seus clientes que precisam de crédito, a Uber fez parceria com o banco digital Digio, controlado pelo Bradesco e pelo Banco do Brasil para empréstimos. Desta forma, a Digio fornecerá uma linha de crédito pessoal para motoristas e entregadores da plataforma Uber no Brasil.


Quanto do empréstimo é disponibilizado pela parceria da Uber com a Digio?

A linha de crédito destina-se a liberar valores de R$ 1.000 a R$5.000 para motoristas e entregadores. Os valores podem ser retidos a cada semana, de acordo com a entrada de receitas dos motoristas, com desconto nas parcelas que obtiveram o pagamento antecipado.


O programa beneficiará 1.000 motoristas neste primeiro dia. No entanto, o objetivo é que no futuro atenda cerca de 1 milhão de pessoas, total de motoristas e entrega da Uber no Brasil.


Como o empréstimo será pago?

As taxas de juros da nova linha de crédito feita pela parceria entre Uber e Digio registram 2,97% ao mês. Além disso, o prazo para pagar os valores é de até um ano.


O pagamento será diferente das linhas de crédito tradicionais, onde as parcelas são cobradas mensalmente. Os valores poderão ser retidos a cada semana, após a entrada de receitas para motoristas e entregadores. Você terá um desconto no pagamento antecipado das parcelas.


Como funciona a parceria entre Uber e Digio?

É importante notar que a Uber não receberá receita com os empréstimos. Isso porque o banco Digio é responsável pela liberação do crédito. As parcelas que serão pagas pelos motoristas serão retidas pela Uber, mas o pagamento será feito diretamente ao banco digital


O banco Digio tem cerca de 1,6 milhão de clientes e a meta é atrair 5 milhões de clientes e gerar 1 bilhão de reais em empréstimo pessoal por ano até 2023.


"Um dos objetivos do programa é gerar lealdade", disse Claudia Woods, diretora-geral da Uber no Brasil.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem