Seu Auxílio Emergencial está negado? Confira como recorrer ao benefício.


Desde abril, o auxílio emergencial é pago para ajudar a população mais pobre e pessoas que perderam seus empregos no  Brasil, a lidar com o impacto econômico do surto de Covid-19, porém muitos brasileiros têm benefícios negados.


Com exceção dos beneficiários do programa Bolsa Família, que recebem atendimento emergencial automaticamente, outros cidadãos estão solicitando assistência financeira por meio do aplicativo ou site da Caixa Econômica Federal.


A inscrição foi até 2 de julho, por esse motivo, aqueles que não fizerem o pedido nessa data não podem  mais fazê-lo. No entanto, aqueles que são negados os benefícios, ou seja, aqueles que estão registrados, mas não contemplando, podem pedir reavaliação.


Como contestar pedidos de assistência de emergência

Vá para a página de ajuda.

Clique na opção "Rastreie sua solicitação".

Digite as informações solicitadas de acordo com o relatório no registro.

A próxima página não mostra razão para aprovação.

Clique na opção contestação;

O caixa enviará uma notificação informando que é necessário ter certeza de que o motivo de não ser aprovado para assistência deve ser revisto.

O sistema então identifica os motivos que levaram à rejeição do pedido e pergunta: "Você afirma perante a lei que essas informações são inconsistentes com sua situação atual".

Se for verdade, clique em "Continuar";

Leia o aviso e confirme a solicitação.


É importante esclarecer que essa função o usuário só poderá ser feito apenas uma única vez, e se for rejeitada novamente, será necessário o cidadão recorrer a justiça para tentar aprovar seu benefício.


O advogado Emanuel Pessoa explicou: "Qualquer pessoa com interesse em declínio pode ir à Defensoria Pública. Foi feito um acordo de cooperação com o Ministério da Cidadania para facilitar esse tipo de ação.


Além disso, a única coisa que pode ser verificada é que  se um membro da família tem seguro-desemprego garantido ou seguro desligado, tem uma renda familiar mensal ou superior a três salários mínimos, ou metade do salário mínimo por pessoa.


Outros casos não podem ser contestados, por isso é importante observar uma razão justa para recusar pedidos de assistência emergencial.


Após fazer uma solicitação no canal da Dataprev, o órgão responsável pelos dados terá alguns dias para avaliar a solicitação e informar o resultado. O resultado será mostrado no aplicativo de ajuda ou no site da caixa.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem