Auxílio doença e BPC poderão ser antecipados até 30 de novembro; Confira as regras estabelecidas.

Imagem: Reprodução / Google

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) anunciou a prorrogação do pedido de antecipação do auxílio-doença e o Benefício de Prestação Continuada (BPC). A antecipação de benefícios terminaria na próxima sexta-feira (30).


O pedido de antecipação do auxílio-doença, atualmente chamado de auxílio-doença temporário, pode ser feito até 30 de novembro. A prorrogação também se aplica ao Benefício de Prestação Continuada (BPC).


O decreto que permite a prorrogação foi assinado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na última quarta-feira (28). O objetivo da medida é que não haja aglomerações nas agências do INSS durante este período de pandemia covid-19.


Além disso, dar aos segurados a oportunidade de receber o valor, antes de passar por perícia médica, já que o INSS está sobrecarregado com solicitações.


Os cidadãos que solicitaram o auxílio-doença por invalidez temporária receberão um salário mínimo (R$ 1.045) sem a realização da perícia.


Para ter direito, o requerente deverá anexar ao requerimento pelo APP Meu INSS, com o atestado médico e a declaração de responsabilidade pelos documentos apresentados.


Esses documentos, juntamente com o pedido, serão analisados pela perícia médica para a concessão de antecipação.


O atestado médico deve seguir algumas recomendações:


  • Seja legível e sem apagamentos;
  • Conter a assinatura do profissional ista e o carimbo de identificação (com registro do respectivo Conselho de Classe ou Cadastro Único do Ministério da Saúde (RMS););
  • Conter informações sobre a doença ou Código Internacional de Doenças (CID);
  • Contenha o período de descanso estimado necessário.



A antecipação do Benefício de Prestação Continuada é de R$ 600, com base em dados do Cadastro Único do Governo Federal (CadÚnico) e do CPF. Além disso, para ter direito, o candidato deve ter renda familiar de até um quarto do salário mínimo (R$ 261,25).



Segundo o INSS, a antecipação é cancelada logo após a avaliação final do pedido. A solicitação pode ser feita pelo site ou aplicativo meu INSS. Portanto, não é necessário comparecer às agências do INSS.


Pagamento da diferença de auxílio-doença e BPC

O segurado que solicitou o adiantamento do auxílio-invalidez temporário ou o Benefício de Prestação Continuada têm direito a receber a diferença no benefício, caso este seja maior do que o valor pago antecipadamente.


No entanto, essa diferença é liberada após a realização da perícia médica que será marcada pelo INSS e notificada pelo mesmo órgão.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem