O 1° Trilionário Jeff Bezos perde quase US$ 10 bilhões de patrimônio líquido em um dia. Veja.

Imagem: Reprodução / Google

Enquanto os investidores vendem suas ações de seus queridinhos da tecnologia como Amazon, Facebook e Tesla, alguns dos maiores vencedores bilionários durante a pandemia do coronavírus sofreram enormes perdas em suas fortunas ontem (30).

Jeff Bezos, a pessoa mais rica do mundo, perdeu US$ 9,5 bilhões de seu patrimônio líquido em um dia, já que as ações da Amazon caíram mais de 5%, mesmo depois de reportar ganhos melhores do que o esperado para o terceiro trimestre na quinta-feira (29).


O pioneiro do varejo online, que agora vale US$ 179,4 bilhões, perdeu cerca de US$ 20 bilhões em relação a sexta-feira da semana passada (23), já que as bolsas de valores S&P 500 e Nasdaq registraram perdas de mais de 5% no período. E a ex-mulher de Bezos, Mackenzie Scott, que recebeu um quarto de sua participação na Amazon no divórcio, teve uma queda de US$ 3,3 bilhões no fechamento de ontem.


O co-fundador do Facebook Mark Zuckerberg, que testemunhou em uma audiência no Congresso na qual senadores republicanos dos EUA alegam censura a conteúdo conservador e exigiram uma audiência com os magnatas, ao lado do fundador do Twitter Jack Dorsey e sundar Pichai do Google em 28 de outubro, é o segundo maior perdedor de ontem. As ações da gigante das mídias sociais caíram 6,3% em um dia, reduzindo o patrimônio líquido de Zuckerberg em US$ 6,4 bilhões. O Facebook anunciou uma ligeira queda no número de usuários dos EUA na quinta-feira (29), ao divulgar seus resultados do terceiro trimestre. Apesar do crescimento da receita, a empresa compartilhou poucas orientações financeiras para o quarto trimestre ou 2021. Além das incertezas criadas pela pandemia Covid-19, o Facebook também enfrenta um crescente escrutínio para moderar seu conteúdo político à medida que a eleição presidencial dos EUA se aproxima em 3 de novembro.


Vários bilionários de tecnologia cujas fortunas aumentaram durante a recuperação do mercado de ações a partir de junho também tiveram fortes perdas ontem. Elon Musk, da Tesla, cujo preço das ações da fabricante de veículos elétricos mais do que triplicou desde março, caiu US$ 4,3 bilhões. Ele agora vale 87 bilhões de dólares. Dan Gilbert, do financista de hipotecas online Rocket Companies, viu as ações de sua empresa saltarem quase 75% no primeiro mês após o IPO de agosto, mas as ações caíram desde então. A queda de 3,5% no preço das ações ontem fez com que o patrimônio líquido de Gilbert caísse US$ 1,3 bilhão.


Até a Zoom Video Communications, empresa de videoconferência que viu seu uso disparar na era do home office, caiu ontem. Suas ações caíram quase 6%. O fundador e CEO Eric Yuan, dono de 22% da empresa, perdeu US$ 1,3 bilhão de sua fortuna. Agora vale 20,2 bilhões de dólares. Ainda assim, isso é significativamente maior do que os US $ 11 bilhões que valia no final de julho.


Um trio de empreendedores de tecnologia da Ásia também estavam entre os maiores perdedores de ontem. Colin Zheng Huang é US$ 1,5 bilhão mais pobre, já que as ações de sua empresa de descontos online listada na Nasdaq, Pinduoduo, caíram 4,4% em um dia. O ex-aluno da Universidade de Wisconsin fundou a Pinduoduo em 2015. Tornou-se agora um dos maiores sites de comércio eletrônico da China, graças ao seu preço barato e recursos de compra de grupo.


Ma Huateng, também conhecido como Pony Ma, viu seu patrimônio líquido cair em US $ 1,3 bilhão ontem. Sua gigante de mídia na internet listada em Hong Kong, Tencent, foi recentemente atacada nos EUA quando o presidente dos EUA, Donald Trump, tentou banir seu popular aplicativo de mensagens WeChat devido a problemas de segurança e privacidade. Uma das mulheres mais ricas do mundo, Zhou Qunfei, também está entre as dez perdedoras do dia. As ações de seu fornecedor de vidro para smartphones, Lens Technology, caíram 8,9%, um dia depois que um de seus clientes, a Apple, anunciou vendas não impressionantes do iPhone. Zhou vale agora US$ 15,9 bilhões, uma perda de US$ 1,5 bilhão a partir de quinta-feira.