Ministro Guedes fecha acordo para financiar exportações dos EUA ao Brasil que podem chegar a US $ 1 bilhão.


Na última visita de uma delegação do governo Donald Trump a Brasília, o ministro Paulo Guedes (Economia) e a presidente do Banco Exim (Banco de Exportação e Importação dos EUA), Kimberly Reed, assinaram um memorando para identificar possibilidades de financiamento para as exportações do país para o Brasil que podem somar R$ 1 bilhão.


O documento assinado na cerimônia do Itamaraty estabelece compromissos entre Brasil e Estados Unidos para avançar na cooperação na comercialização de bens e serviços, especialmente em telecomunicações e 5G, energia, infraestrutura, logística, mineração e manufatura.


Participaram o presidente Jair Bolsonaro, o conselheiro de Segurança Nacional dos EUA Robert O'Brien e Guedes.


A cerimônia marcou o encerramento das atividades da delegação chefiada por O'Brien. Durante esses eventos, Brasil e Estados Unidos assinaram um acordo de facilitação de comércio no qual o Brasil estabelecerá barreiras à chinesa Huawei nas redes 5G.


"Acreditamos que o acordo de colaboração econômica entre os Estados Unidos e o Brasil terá resultados promissores", disse Reed.