Quarta-feira é prazo limite para término de bloqueio do Bolsa Família; Entenda!

Imagem:Google

O Ministério da Cidadania publicou no Diário Oficial da União (DOU) uma portaria autorizando o governo a adiar as suspensões das revisões cadastrais e meios de bloqueio do Bolsa Família e Do Benefício de Prestação Continuada (BPC). O prazo foi prorrogado e vai até a próxima quarta-feira, 31.


Assim, embora haja irregularidades no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), ainda será possível receber o benefício.


A suspensão é válida para diversas situações, como apuração de fatos e revisão cadastral, bem como ações de bloqueio e cancelamento de benefícios financeiros, devido à quebra de regras.


De acordo com o texto, o objetivo das suspensões de blocos é "evitar aglomerações e exposição à infecção do Covid-19 de membros de famílias beneficiárias, pessoas que buscam atendimento para o registro, e também de cidadãos que trabalham em unidades de registro".


CadÚnico

O CadÚnico é extremamente relevante porque permite a identificação de cidadãos em situação de vulnerabilidade social.


Além disso, vários benefícios sociais dependem da sua aplicação. Entre eles estão o Bolsa Família

BPC/Loas, Carteira do Idoso, Isenção de inscrição em concursos públicos, Isenção de inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), Serviço Funerário Gratuito, Leite Leve, Passe Livre e Tarifa Social de Energia Elétrica.