21.7 C
São Paulo
sábado, março 2, 2024
- Publicidade -spot_img

Gravidez silenciosa (assintomática): é realmente possível? Veja os sintomas

Leia Mais

ango 2

Imagem: Reprodução/Canva

Uma gravidez silenciosa é uma gravidez que a mulher não sente ou determina, e geralmente é detectada no terceiro trimestre da gravidez ou mesmo no momento do parto. Isso ocorre porque neste tipo de gravidez a mulher não apresenta nenhum sintoma, podendo continuar a sangrar e manter o abdômen macio, sem qualquer inchaço característico da gravidez.No entanto, algumas mulheres com gravidez silenciosa podem experimentar alguns sintomas típicos da gravidez, como náuseas, cólicas, sonolência excessiva, fadiga ou aumento da sensibilidade mamária, que podem ser confundidos ou atribuídos a outras causas, como a TPM, por exemplo. Saiba diferenciar entre TPM e gravidez.

A gravidez silenciosa é rara, mas pode ocorrer em algumas mulheres, principalmente naquelas que têm ciclos menstruais irregulares ou um longo período entre a menstruação, por exemplo, o que pode levar a riscos para o bebê, já que o acompanhamento pré-natal não é realizado.

Sinais e sintomas de gravidez silenciosa

Os principais sinais e sintomas da gravidez silenciosa são:

  • Sangramento frequente, que pode ser confundido com menstruação;
  • A ausência de menstruação, que pode ser confundida com ciclos menstruais irregulares ou longos períodos intermenstruais;
  • A ausência de crescimento abdominal, sendo mais comum em mulheres que sofrem de obesidade ou atletas.

Além disso, é comum que as mulheres não tenham engravidado ou apresentem poucos sintomas, como náuseas, cólicas abdominais, fadiga excessiva ou sonolência, ou aumento da sensibilidade nos seios, que não são específicos da gravidez, podendo ser atribuídos a outras causas como TPM, alimentação, exposição excessiva ao sol ou até mesmo problemas de sono.

Por que isso está acontecendo

Alguns dos sintomas que ocorrem durante a gravidez, como náuseas e vômitos, dores nos seios, cólicas ou alterações de humor, por exemplo, são causados principalmente por um aumento dos hormônios sexuais, no entanto, algumas mulheres podem não sentir essas diferenças por terem uma maior tolerância aos hormônios e a essa flutuação hormonal. Descubra quais são os sintomas característicos da gravidez e o que facilita o diagnóstico.

Além disso, um bebê calmo ou placenta localizada na frente do útero pode impedir que uma mulher perceba os movimentos do bebê.

Por que o sangramento surge?

O sangramento vaginal que pode ocorrer durante uma gravidez silenciosa muitas vezes é confundido por uma mulher com menstruação, mas pode ser causado por outros fatores, como a nidação, que consiste em implantar o embrião no útero, causando a ruptura dos tremores secundários que o revestem, podendo causar sangramento. Como esse período coincide com os dias em que ocorre a menstruação, a mulher pensa que não está grávida.

Além disso, à medida que a gravidez progride, o útero aumenta de tamanho, o que também contribui para a ruptura das latas e sangramento, o que faz com que a mulher continue acreditando que não está grávida.

Por que não pegar a barriga?

Algumas mulheres que têm uma gravidez silenciosa podem não ter uma barriga saliente, que é a característica mais óbvia da gravidez.

Isso pode acontecer por várias razões, em mulheres com uma barriga longa, onde há mais espaço para o útero se desenvolver para cima do que para fora, e pode dar a impressão de uma barriga menor, ou em mulheres com excesso de peso, cujo abdômen pode ser confundido, ou em mulheres com músculos mais trabalháveis, cuja barriga pode não se tornar muito saliente, e o bebê se desenvolve mais perto da coluna vertebral.

Além disso, o feto também pode estar escondido na caixa torácica e / ou, quando é muito pequeno, pode não haver uma diferença abdominal muito perceptível.

Quais são os riscos de não entender a gravidez

O fato de uma mulher não saber que está grávida, faz com que ela não procure acompanhamento pré-natal ou aulas de preparação para o parto, e pode colocar em risco a vida do bebê. Além disso, a pessoa continua mantendo os mesmos hábitos, que podem ser prejudiciais ao bebê, como ingerir bebidas alcoólicas, cigarros ou medicamentos contraindicados durante a gravidez.

Há também suplementos que devem ser tomados durante a gravidez, como é o caso do ácido fólico, por exemplo, para que o bebê nasça saudável e nesses casos isso não seja possível. Entenda a importância do ácido fólico na gravidez.

Deixe sua resposta

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Últimas Notícias