25.3 C
São Paulo
domingo, abril 21, 2024
- Publicidade -spot_img

Os segurados do INSS receberão o Abono Natalino em Dobro? Descubra agora!

Leia Mais

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) é conhecido como a Corporação do Seguro Social do Brasil, pois muitas famílias dependem de seus benefícios. Com isso em mente, essas pessoas se beneficiam do bônus geral de Natal todos os anos, geralmente todos os anos. Para mais apoio a esse grupo social, o governo brasileiro também pode garantir um abono em dobro. É que ele. Você pode saber mais sobre isso no artigo a seguir. Mantenha-se informado para saber se essas medidas já foram aprovadas.

Abono anual

A cada ano, os beneficiários do INSS devem receber o salário 13, que indica uma parte adicional do pagamento, levando em conta o fato de que no primeiro e no último momentos do ano o custo será maior em lazer e material escolar.

Esse pagamento será repassado a esses beneficiários em novembro e dezembro, como previsto para acontecer em 2023. No entanto, aqueles que já anteciparam ou obtiveram nunca mais o receberão. Os valores beneficiam apenas aqueles que se opõem a esses cargos e aqueles que se aposentaram após maio.

Esse mesmo benefício também abrange trabalhadores de países com vínculo CLT, mesmo que ainda não tenham se aposentado.

Outro fato importante é que a exigência de ser participante do salário 13 foi ignorada, pois os beneficiários do BPC receberão o benefício assistencial e, portanto, não receberão esse abono anual.

Mas não se preocupe, o pagamento do abono já foi confirmado e, dentro das regras estabelecidas, todos poderão recebê-lo no próximo mês.

E as sobretaxas duplas? O que isso significa?

Tenha muito cuidado nesta fase, pois nada foi confirmado. O que se espera é que em 2023 seja necessário editar um decreto com salário de 14, que será esse adicional em dobro para segurados e dependentes da previdência social, para enfrentar a crise causada pela pandemia da Covid-19 e seu impacto socioeconômico. Esse pagamento será calculado da mesma forma que no dia 13, e os beneficiários do BPC não o receberão pelos mesmos motivos de antes.

A proposta foi feita pelo deputado Oreo Ribeiro, que vai apoiar as muitas famílias amparadas pelos beneficiários do INSS. No entanto, mesmo que traga essa grande ajuda, 14 ainda não é suficiente para acabar com toda a crise que surgiu, mas se somarmos a outras medidas, podemos ajudar tanto a população que o recebe quanto o crescimento econômico do país.

Apesar de toda essa importância, ainda estão em curso abonos adicionais em duplicidade e devem ser aprovados em breve. Mas calma e mostre que nem tudo é tarde demais, principalmente porque a expectativa é atender seu público-alvo em 2023. Basta ter paciência e aguardar uma decisão futura que passará pelo atual presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva.

Últimas Notícias