17.1 C
São Paulo
sexta-feira, abril 19, 2024
- Publicidade -spot_img

Autônomos já podem simular o valor e a data de sua aposentadoria pelo INSS

Leia Mais

Uma nova ferramenta do Instituto Nacional do Seguro Social permite que o autônomo simule o tempo que falta para conquistar o direito à aposentadoria do INSS. A calculadora é uma ferramenta prática que pode ser usada tanto no computador quanto no celular. 

É possível verificar sua elegibilidade à aposentadoria por meio do INSS por meio de uma ferramenta online. Essa ferramenta leva em conta diversas regras referentes à idade e ao tempo de contribuição. 

Ao clicar na seta correspondente a cada método, você pode visualizar os detalhes das regras selecionadas. Uma simulação está disponível para download em formato PDF. No entanto, é fundamental ressaltar que a simulação não garante automaticamente o direito à aposentadoria pelo INSS. 

É possível que algumas informações não sejam incluídas ou modificadas ao longo do processo. Ao solicitar o título, o INSS pode exigir outra documentação que comprove o vencimento dos períodos de trabalho e de contribuição.

A busca por uma aposentadoria adequada envolve uma análise de cada contribuição e tempo de emprego. A verificação de possíveis omissões ou imprecisões no cadastro do INSS é fundamental. Especialmente para aqueles que se aproximam da idade da aposentadoria, a orientação de especialistas é útil para formalizar um pedido de aposentadoria.

Simulação de Aposentadoria pelo INSS

Simulação computacional

Para simular o tempo restante para sua aposentadoria em um computador, siga os passos abaixo:

  • Entre no site meu.inss.gov.br e digite o CPF e senha. Caso não possua senha, cadastre-a;
    Vá em “Serviços” e clique em “Simulação de Aposentadoria”. O link provavelmente aparecerá em “Mais acessados”;
  • Leia e confira as informações que aparecerão na tela. O Site exibirá sua idade, sexo e tempo de contribuição, bem como a quantidade de tempo restante até sua aposentadoria, de acordo com cada uma das regras aplicáveis;
  • Como alternativa, clique em “Baixar PDF” para salvar o documento com todos esses dados.
  • Você também pode retornar ao site a qualquer momento para simular novamente e consultar as informações novamente.

Simulação em dispositivos móveis

Os trabalhadores também podem realizar simulações no celular, no aplicativo Meu INSS:

  • Baixe o aplicativo Meu INSS (disponível para Android e iOS);
  • Se necessário, clique no botão “Entrar com gov.br” e digite o CPF e senha. Caso não possua senha, cadastre-a;
  • Abra o menu lateral (no canto superior esquerdo) e clique em “Simulação de Aposentadoria”. O link provavelmente aparecerá em “Mais acessados”;
  • Leia e confira as informações que aparecerão na tela. O Site exibirá sua idade, sexo e tempo de contribuição, bem como a quantidade de tempo restante até sua aposentadoria, de acordo com cada uma das regras aplicáveis;
  • Caso necessite corrigir algum dado pessoal, clique no ícone de lápis (à direita);
  • Como alternativa, clique em “Baixar PDF” para salvar o documento com todas essas informações.


Benefícios e pensões pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social

O INSS oferece diversos tipos de aposentadorias e benefícios previdenciários, cada um com suas próprias regras e exigências. Aqui está uma lista das principais opções:

  1. Aposentadoria por idade: para trabalhadores urbanos com idade mínima de 65 anos para homens e 60 anos para mulheres, com contribuição de no mínimo 15 anos.
  2. Aposentadoria por tempo de contribuição: para trabalhadores urbanos que tenham contribuído por 35 anos, se for homem, ou 30 anos, se for mulher.
  3. Aposentadoria por idade rural: para trabalhadores rurais com idade mínima de 60 anos para homens e 55 anos para mulheres, com contribuição mínima de 15 anos.
  4. Aposentadoria por tempo de participação docente: para professores que tenham 30 anos de contribuição, se do sexo masculino, ou 25 anos, se do sexo feminino, desde que tenham exercido atividades de docência exclusivamente na educação infantil, no ensino fundamental ou médio.
  5. Aposentadoria por invalidez: Para trabalhadores que ficaram permanentemente incapacitados para o trabalho devido a doenças ou acidentes.
  6. Aposentadoria especial: para trabalhadores expostos a fatores nocivos à saúde ou à segurança física, como ruído excessivo, produtos químicos, radiação, entre outros.
  7. Aposentadoria por tempo de contribuição com taxas: Para os trabalhadores que atingiram o tempo mínimo de inscrição na data de entrada em vigor da reforma da Previdência Social (13 de novembro de 2019) e optaram por pagar uma taxa de 50% no tempo restante para completar o tempo mínimo.
  8. Salário-maternidade: Benefício pago às mães trabalhadoras que se afastam do trabalho por motivo de licença-maternidade.
  9. Auxílio-doença: benefício pago ao trabalhador temporariamente incapacitado para o trabalho por motivo de doença ou acidente.
  10. Pensão por Morte: Benefício pago ao dependente do segurado em caso de morte, desde que o segurado tenha contribuído por pelo menos 18 meses ou tenha sido vítima de acidente de trabalho.

Últimas Notícias