21.6 C
São Paulo
sábado, maio 18, 2024
- Publicidade -spot_img

Motoristas com CNH ‘B’ estão prestes a receber benefício; Saiba mais

Leia Mais

Um projeto de lei (PL) que começou em julho deste ano está prestes a aumentar as discussões sobre a regulamentação da carteira de habilitação no Brasil. Com o PL 3.942/2020, liderado pelo deputado federal Marcio Alfino, motoristas com CNH na classe “B” poderão conduzir veículos ligados a reboques com peso bruto de até 6 toneladas.

De acordo com a legislação vigente, são permitidos apenas 3.500 quilos e casas móveis de até seis toneladas. Com esse procedimento, a discussão sobre esse tema pode ter grandes pontos, principalmente para os caminhoneiros. De acordo com a justificativa da PM, a maioria dos caminhões vendidos pesa cerca de 3 mil kg.

Desta forma, a utilização de tais veículos com reboques ou reboques torna-se praticamente impossível. Se a lei for promulgada, os condutores desses veículos terão novas possibilidades na hora de viajar ou até mesmo trabalhar.

Um projeto voltado para quem usa a CNH “B” em andamento

Até agora, a Comissão de Assuntos de Estradas e Transportes da Câmara já se posicionou a favor da aprovação do PL 2400/22. Neste texto, propõe-se aumentar o peso bruto bruto dos veículos autorizados para a classe CNH “B” de 3,5 mil kg para 3,7 mil kg. Vale a pena notar que este é o quadro internacional para distinguir entre vans e vans.

De acordo com o relator do projeto, Neto Carlito (PP-BA), acrescentar 200 quilos ao limite atualmente estabelecido pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB) não afetará a capacidade do condutor ou a segurança viária, no entanto, Carlito fez alterações no texto.

As mudanças foram justificadas por possíveis inconsistências em relação às normas internacionais de segurança veicular, responsáveis por regular os sistemas de frenagem, rodas e suspensão.

Por fim, o percurso também incorpora mudanças nos trechos do CTB em relação aos limites de velocidade. Com o aumento do peso total dos veículos, será permitido atingir até 110 km/h em vias duplas. No caso de rodovias de pista simples, a velocidade máxima permitida será de 100 km/h.

Últimas Notícias