24.1 C
São Paulo
sábado, março 2, 2024
- Publicidade -spot_img

Governo Federal confirma pix de R$ 1.278 para os beneficiários do Bolsa Família nesse mês de dezembro

Leia Mais

O pagamento do Bolsa Família, que começou na semana passada, pode atingir valores recordes para alguns beneficiários. Isso porque, além do benefício principal, que mantém seu valor mínimo de R$ 600, outros pagamentos são feitos a famílias que atendem a critérios específicos.

Os chamados benefícios adicionais atendem famílias cadastradas no programa e que possuem necessidades especiais. Para determinar quais oferecer, o governo federal usa informações do CadÚnico. 

É por meio dos dados cadastrais que a lista de beneficiários é determinada. Assim, é fundamental que as famílias atualizem periodicamente as informações, o processo deve ocorrer presencialmente na unidade do CRAS próxima à residência sempre que qualquer informação referente ao cadastro for alterada. A partir de agora, se atender aos critérios, a família receberá valores adicionais do Bolsa Família.

O pagamento é feito em conjunto com o recurso principal por meio do aplicativo Caixa Tem. Assim, o calendário de pagamento é o mesmo do Bolsa Família.

Para verificar se eles estão inclusos, a família pode marcar uma consulta por meio do aplicativo do software. Lá, é possível verificar quais juros serão recebidos, o valor a ser emitido, entre outras informações.

Veja a lista de benefícios adicionais do Bolsa Família:

  • Direito variável a leitos de enfermaria: aumenta o valor pago em R$ 50 por familiar até seis meses de idade;
  • Benefício de renda cidadã: você paga um adicional de R$ 142 por pessoa no domicílio;
  • Benefício complementar: garante que o valor mínimo do Bolsa Família seja de R$ 600;
  • Benefício Primeira Infância: Adiciona R$ 150 a cada criança de até sete anos que faz parte da família.

Últimas Notícias