25.3 C
São Paulo
domingo, abril 21, 2024
- Publicidade -spot_img

Cadastro Bolsa Família 2024: Confira o novo valor e como se inscrever no programa para receber os benefícios

Leia Mais

Pagamentos do Bolsa Família confirmados em 2024! Muitas mudanças podem ocorrer no programa e há expectativa de ajustes para incluir ainda mais novas pessoas nos depósitos mensais.

Recriado em 2023, o Bolsa Família garante o pagamento mínimo de R$ 600,00 por família. No entanto, o valor varia de acordo com o número de membros da família e a presença de crianças, gestantes ou indivíduos entre 7 e 18 anos.

A previsão para 2024 é que os valores permaneçam os mesmos ou sejam reajustados de acordo com a inflação do ano anterior. Até o momento, não há informações confirmadas e nem planos de fazer alterações nos depósitos, o aumento do salário mínimo em 2024 não está diretamente relacionado ao Bolsa Família, mas o governo pode ajustar os juros básicos acima da inflação para manter o poder de compra das famílias beneficiárias.

Qual o valor do Bolsa Família 2024?

Antes de mais nada, é preciso calcular o número de pessoas na família. Cada associado tem direito a um mínimo de R$142,00, garantindo um mínimo de R$600,00 para famílias com menos de 4 membros.

Apesar disso, o valor final do programa pode aumentar significativamente por meio dos benefícios adicionais de R$ 150,00 por criança entre 0 e 6 anos e R$ 50,00 por integrante entre 7 e 18 anos, ou gestantes.

Quem pode receber o Bolsa Família em 2024

As regras do programa são simples. Famílias que atendam a critérios de renda considerados “pobres” ou “extrema pobreza” podem recebê-los. Como professor, o Ministério da Cidadania considera que a renda mensal máxima deve ser de R$ 218,00 por pessoa do domicílio.


Ou seja, para conseguir o Bolsa Família, é necessário ter menos de R$ 218,00 por pessoa (para fazer esse cálculo, basta dividir o valor total dos rendimentos pelo número de pessoas que compõem o domicílio).

Como se inscrever no Bolsa Família

O processo de inscrição começa no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), com a opção de pré-cadastro online. Após o pré-cadastro, é necessário ir até o CRAS para concluir o processo e acessar o recurso.

Lembre-se de trazer os seguintes documentos (para você e outros membros):

  • Carteira de identidade (RG ou CNH);
  • CPF.
  • Certidão de nascimento;
  • Cartão de visita;
  • Identidade do eleitor;
  • Certidão de casamento;
  • Registro Administrativo de Nascimento Indígena (RANI), se você é aborígene.

Novas regras

Em 2023, o programa acrescentou requisitos como vacinação e frequência escolar. Espera-se que estas regras permaneçam em vigor em 2024, contribuindo para melhorar as condições para os beneficiários.

Após o cadastro, a consulta pode ser feita no site ou aplicativo do cadastro individual, verificando se o perfil está ativo e se os dados registrados estão corretos.

Dúvidas podem ser esclarecidas por meio do Centro MDS, do site do Ministério do Desenvolvimento Social, do aplicativo Bolsa Família ou por meio da cartilha do Bolsa Família.

Últimas Notícias