23.2 C
São Paulo
domingo, abril 14, 2024
- Publicidade -spot_img

Atenção: Feijão pode sumir da mesa dos brasileiros até 2025

Leia Mais

pasted image 0

A combinação tradicional pode ser arroz e feijão com dias contados. Um estudo da Universidade Federal de Minas Gerais mostrou que até 2025 o Brasil pode parar de comer feijão. Entenda os motivos do baixo consumo.

O principal fator é a mudança nos hábitos alimentares. Embora muitos já tenham sido atacados por causa da importância da alimentação saudável, um grande número de pessoas ainda prioriza os alimentos industrializados, levando a sérias consequências para a saúde.

Feijão com dias calculados
Além disso, outro fator a considerar e que justifica parcialmente a queda no consumo é que nos últimos anos o preço do feijão subiu muito. Para economizar dinheiro, as famílias estão procurando opções que se encaixem mais no orçamento.

Pesquisas da UFMG mostraram que o baixo consumo de feijão pode piorar as condições nutricionais e causar um aumento no ganho de peso da população.Segundo dados coletados durante a pesquisa, se a tendência atual continuar, o feijão poderá sair da tabela da maioria dos brasileiros até 2025.

A pesquisa foi de autoria da pesquisadora e nutricionista Fernanda Serra. As informações foram levantadas durante o Doutorado em Saúde Coletiva da Faculdade de Medicina da UFMG e mostram a realidade e a tendência preocupante no Brasil.

Entre 2007 e 2017, o estudo mostra uma queda no consumo de feijão no Brasil. Anteriormente, 67,5% da população consumia feijão regularmente, entre cinco e sete dias por semana. Em 2017, o número caiu para 59,5%, com uma repetição entre zero e quatro vezes por semana.

Com base no resultado, a pesquisa sugere que o feijão pode não fazer parte do consumo regular de quase metade da população brasileira. A preocupação é com o aumento do ganho de peso da população, bem como do estado nutricional insatisfatório.

Últimas Notícias