18.6 C
São Paulo
quinta-feira, junho 13, 2024
- Publicidade -spot_img

A Fiat anunciou que não fará mais carros nessa cor; Veja o porquê

Leia Mais

A notícia publicada pela Fiat deixou os consumidores um pouco assustados com a ação da montadora. “A partir de hoje, a Fiat não fabricará mais carros na cor cinza.” Este foi o anúncio feito pela fabricante italiana, confirmando que um dos painéis mais procurados pelos consumidores não estará disponível em seu catálogo.

A empresa diz que a decisão veio depois que percebeu que a cor não se encaixava na filosofia da Dolce Vita, que incentiva os fãs da marca a “aproveitar a vida ao máximo”. Assim, a empresa afirma que pretende avaliar as cores mais vivas em seu cartão, inspiradas no mar, sol, terra e céu na Itália.

A estratégia visa fazer uma diferença maior nos carros, pois 2023 é o ano das mudanças para a Fiat. “É uma coisa difícil e destrutiva, que visa fortalecer a liderança da Fiat como uma marca de alegria, cor e otimismo. A Itália é um país de cores e, a partir de hoje, os carros da Fiat também”, disse a empresa em comunicado.

Novo modelo e acabamento de cor mais solicitado

“Queremos inspirar as pessoas a viverem com positividade, e esta será uma das novas tarefas de eletricista familiar 600e que serão apresentadas em 4 de julho”, disse Olivier François, CEO da Fiat e chefe global de marketing da Stellantis. François fala sobre o novo lançamento da Fiat, um SUV elétrico derivado do 500e.

No entanto, o novo modelo será fabricado na mesma plataforma do Peugeot e-2008 e Jeep Avenger, e chegará às lojas europeias já no final de 2023. Ao que tudo indica, o novo modelo será um dos primeiros a não ter cinza no catálogo. Quanto ao Brasil, a filial brasileira da Fiat afirmou que esta não é uma posição do nosso país, sendo apenas uma definição da Europa.

Por fim, a decisão europeia pode acabar sendo um tiro no pé para a fabricante. Isso se deve a uma pesquisa da Axalta, uma das maiores empresas de corantes automotivos do mundo, indicando que o cinza foi o mais procurado pelos europeus em 2022. Na América do Sul, o cinza ocupa o terceiro lugar, depois do branco e da prata.

Últimas Notícias