26.3 C
São Paulo
domingo, março 3, 2024
- Publicidade -spot_img

Tem hábito da tomar cerveja todas as noites? Veja as consequências que ele faz com o seu corpo.

Leia Mais

Apesar de ser uma bebida popular, é fundamental entender como o álcool afeta o organismo e como o excesso pode trazer consequências negativas.
Imagem: Reprodução/Canva Premium

Os efeitos do consumo diário de uma lata de cerveja no corpo são mais significativos do que muitos imaginam. Com seu teor alcoólico variando de 3,5% a 6%, pode parecer uma opção leve, mas ainda contém álcool etílico, uma substância com efeito que tem o potencial de causar dependência e danos ao organismo. Mesmo em pequenas quantidades, pode levar a problemas de saúde.

Nesse contexto, o consumo médio anual no Brasil, que chega a 70 litros por pessoa, assume importância, nos colocando em 21º lugar com o maior consumo do mundo. Essa estatística ressalta a importância de se considerar os aspectos emocionais que podem estar associados a esse comportamento.

De acordo com recente pesquisa realizada pelo Centro de Informações sobre Saúde e Álcool (CISA) no Brasil, verificou-se que as causas do consumo de álcool estão cada vez mais relacionadas a emoções positivas, superando até mesmo situações de estresse e tristeza. Mas, afinal, que malefícios esse hábito pode causar ao organismo? É o que vamos listar a seguir.=

4 Efeitos negativos do excesso de álcool no organismo

1. Efeitos na saúde física

Estudos têm mostrado que não há quantidade segura de álcool para promover a saúde. Por outro lado, o consumo frequente de cerveja pode levar a uma série de problemas, incluindo um aumento do risco de morte prematura por uma variedade de causas, doenças cardíacas, aumento do risco de tumores, alterações metabólicas e até danos neurológicos.

2. Risco de câncer

O álcool é um fator de risco para vários tipos de câncer, incluindo boca, faringe, laringe, esôfago, estômago, fígado, intestinos e mama. Mesmo uma lata diária de cerveja pode contribuir para o aparecimento dessas doenças, reforçando a importância de reduzir ou eliminar esse consumo.

3. Efeitos no metabolismo

Uma lata de cerveja contém cerca de 150 calorias, o que pode facilmente contribuir para o ganho de peso, especialmente se consumida regularmente. Esse peso está associado ao desenvolvimento de diabetes e outros problemas metabólicos.

4. Danos ao cérebro

O consumo diário desta bebida pode ter efeitos negativos na saúde neurológica e mental. De dores de cabeça e distúrbios do sono a deficiências cognitivas, perda de memória e alterações psicomotoras, o álcool pode prejudicar a função cerebral.

Deve-se notar que a quantidade de álcool consumida é mais importante do que o tipo de bebida em si. Por isso, é fundamental estar atento aos riscos envolvidos e se esforçar para reduzir ou evitar o consumo excessivo, priorizando a saúde e o bem-estar. Além disso, ao fazer mudanças significativas no estilo de vida como essas, é sempre recomendado procurar orientação médica.

Últimas Notícias