25.4 C
São Paulo
segunda-feira, julho 22, 2024

Sua CNH pode estar prestes a ser suspensa; veja o porque

Leia Mais

A CNH (Carteira Nacional de Habilitação) é um dos documentos mais utilizados pelos brasileiros. Afinal, uma carteira de motorista garante o direito das pessoas de dirigir um carro. No entanto, o processo de emissão de um documento é caro e burocrático. Em média, os brasileiros pagam três mil reais, mas o valor pode variar dependendo da condição da pessoa.

Assim, para chegar à CNH, o motorista passa por várias etapas. Em suma, ele precisa fazer uma aula teórica, duas provas, uma simulação e uma aula prática. É importante que você conheça a CTB (Lei de Trânsito Brasileiro) para poder acessar o documento. No entanto, há casos em que a carteira de motorista é suspensa. Ou seja, uma pessoa deve ficar sem dirigir por algum tempo, que pode levar até dois anos.

Cuidado! Ao fazer essas coisas, você pode perder sua CNH

Antes de mais nada, é importante esclarecer que o enforcamento da CNH é um procedimento das autoridades, para que o motorista não cometa irregularidades. Existem algumas irregularidades que já suspendem automaticamente o documento, assim que o motorista é pego. Neste caso, deve entregá-lo às autoridades e o seu automóvel pode ser retirado. Mas, ele também pode ser notificado da entrega do documento ao Detran em seu estado.

Em todos os casos, ele pode recorrer da decisão do Detran – Departamento Estadual de Trânsito. Mas, para isso, não dá para perder o prazo para recorrer da punição, que pode ser conferido no site do órgão. Se a decisão permanecer favorável para a penalidade, o motorista pode procurar casos mais elevados, como o Conselho de Trânsito do Governo (CETRAN) ou a Administração Nacional de Trânsito (DENATRAN). A Justiça também pode ser procurada para recorrer da decisão, independentemente da fase do processo.

O tempo de suspensão da CNH pode variar, dependendo da infração cometida pelo cidadão. Em geral, pode durar de dois a 24 meses. Para que o documento seja suspenso, o motorista deve ter cometido algumas irregularidades.

Antes, bastava uma pessoa chegar a 20 pontos, e ele perdia a carteira. Hoje, isso acontece se chegar a 40 pontos. Mas o sistema não é linear. Caso você tenha 30 pontos, mas uma violação muito grave nos últimos 12 meses (um ano), pendure o documento. Por fim, se ela tiver duas irregularidades gravíssimas, durante o mesmo período, serão necessários apenas 20 pontos para perder o documento.

Existem algumas irregularidades que levam à suspensão automática da CNH, como dirigir embriagado, por exemplo.

Entendendo o sistema de pontuação

Antes, a multa era usada apenas para punir motoristas que cometessem algum tipo de infração. Mas as pessoas mais ricas não se importam. Portanto, o governo introduziu o sistema de registro. Irregularidades menores geram três pontos, enquanto médias geram cinco pontos no NHC. O baixo, por sua vez, faz com que o motorista consiga seis pontos. E, finalmente, os pontos muito perigosos são sete pontos.