17.1 C
São Paulo
terça-feira, maio 21, 2024
- Publicidade -spot_img

PIX vai acabar? Nova função de cartão de débito promete “agitar” o mercado; Entenda

Leia Mais

- Publicidade -spot_img
As mudanças nos cartões de débito querem deixar o meio de pagamento mais competitivo e acompanhar os avanços do PIX

Imagem: Reprodução/Canva

Os consumidores brasileiros devem ficar atentos às mudanças previstas na forma como as compras feitas com cartão de débito são cobradas. Algumas alterações podem começar a ser aplicadas em breve. A intenção é acompanhar o progresso que vem sendo sentido desde a chegada do Pix, o meio de pagamento instantâneo. Veja quais devem ser as mudanças.

Alternativas têm sido estudadas para garantir que o comércio seja o rápido recebimento de compras feitas por meio de um cartão de débito. Assim, a intenção é permitir que os valores caiam imediatamente. As mudanças devem ter um impacto maior nos comerciantes, que receberão fundos a tempo, assim como já é o caso dos pagamentos PIX.

Alterações no cartão de débito
As empresas responsáveis pelos cartões de débito começaram a sentir os efeitos da concorrência com o PIX e, desde então, pensaram em maneiras de tornar os métodos de pagamento tão atraentes quanto.

Desde o lançamento do PIX no Brasil, muitos consumidores e comerciantes preferem usar esse método de pagamento. É seguro e prático. Muitos acordos até criam maneiras de incentivar o pagamento por meio do PIX para garantir o recebimento no prazo.As possibilidades em consideração consideram que os cartões de débito são agora baseados num modelo de “clique para pagar”. Ou seja, como o nome diz, na tradução é pagar online com um único clique, sem que o cliente precise acessar o aplicativo do banco para finalizar a compra.

Mais Notícias
Entre as mudanças no cartão de débito, uma das possibilidades em consideração é a liberação do prêmio para compras feitas em dívida, com o acréscimo de juros proporcionais.

Mais do que cartões de crédito, foram os cartões de débito que mais sentiram a chegada do pix. Por esta razão, novas ideias surgiram para tornar os métodos de pagamento mais atraentes para clientes e comerciantes. Brasileiros e empresários podem esperar em breve algum reposicionamento da função da dívida, que ainda é em 2023.

Últimas Notícias