18.6 C
São Paulo
quinta-feira, junho 13, 2024
- Publicidade -spot_img

Moeda comemorativa de 1 real equivale a R$ 600; Veja como vender

Leia Mais

As pessoas que se especializam, pesquisam ou coletam notas, moedas e medalhas são chamadas de numismatistas. Esse universo garante renda adicional para muitos brasileiros, que vendem itens para aumentar sua renda de forma rápida e sem dificuldade.

A coleção de moedas vintage vem ganhando cada vez mais importância no Brasil. O ato de colecionar itens antigos conecta as pessoas ao passado e não tem preço. Uma moeda comemorativa de 1 real mexeu recentemente com o imaginário dos brasileiros.

Muitas pessoas têm moedas raras armazenadas em suas carteiras ou no fundo de suas gavetas, mas nem todos sabem que podem ganhar muito dinheiro vendendo esses itens.

Na verdade, uma parte significativa da população não consegue determinar quais características tornam esses espécimes tão incomuns, e eles perdem fácil e rapidamente a chance de ganhar o jackpot. No entanto, os colecionadores examinam minuciosamente cada item, e o valor de muitos modelos pode ser muito mais do que você imagina.

Tiragem mais baixa aumenta o valor da moeda comemorativa

No Brasil, a Casa da Moeda fabrica dinheiro para colocar em circulação, segundo pedidos do Banco Central (BC). Em algumas ocasiões, como datas comemorativas e momentos comemorativos, o BC costuma encomendar a fabricação exclusiva e limitada de determinadas amostras.


Em geral, são esses modelos que geralmente valem uma fortuna devido à sua quantidade limitada. Aliás, esse texto é um ótimo exemplo, já que em 2002 o Banco Central lançou uma moeda real em comemoração ao centenário de nascimento de Juscelino Kubichik. Em suma, foi presidente do Brasil entre 1956 e 1961.

A moeda negociava 50 milhões de unidades, numa época em que havia 247 milhões de moedas de 1 real em circulação no país. No final de 2022, 1 real havia crescido significativamente, e o país tinha 4 bilhões desses modelos em circulação, de acordo com dados do Banco Central.

Isso mostra que a versão impressa da moeda comemorativa Juscelino Kubicik era muito pequena. Por isso, o valor do item foi valorizado, pois encontrar isso se tornou difícil de acontecer.

Salvar status de itens

Em suma, as moedas têm classificações específicas quanto ao seu estado de preservação. A primeira delas é chamada flor de minho, que se refere a amostras que não circularam, ou seja, não apresentam sinais de desgaste ou manuseio e estão em perfeito estado. Estes são os modelos mais procurados, que possuem os valores mais altos do mercado.

Por outro lado, o estado de arrogância refere-se a moedas que contêm quase 90% dos detalhes da moeda original. Em suma, esta classificação inclui espécimes que tiveram um pequeno volume de negócios no país, pelo que surgem alguns sinais de desgaste.

Por outro lado, a moeda bem preservada (MBC) apresenta mais marcas de manuseio e uso. Os itens devem conter aproximadamente 70% dos detalhes da moeda original. Além disso, o nível de seu desgaste deve ser homogêneo, sem que um local seja mais erosivo que o outro.

Erro aumenta o valor da moeda de 1 real

A moeda real 1 do centenário do nascimento de Juscelino Kubicchik é estimada todos os anos. De acordo com o catálogo de moedas com erros, o valor de um item pode chegar a R$ 600 se ele tiver o seguinte inconveniente: invertido invertido.

Para verificar se o modelo apresenta esse erro, basta girá-lo verticalmente, ou seja, de cima para baixo ou de baixo para cima. Se o contrário, quando virado, está de cabeça para baixo, significa que está de cabeça para baixo, o que não deve acontecer. Então, fique de olho em suas moedas e não perca a chance de ganhar o jackpot de momento em momento.


De acordo com o catálogo ilustrado, a moeda real 2002 1 com o oposto tem os seguintes valores:

  • Flor de cunho: R$ 600;
  • Soberba: R$ 450;
  • MBC: R$ 300.

Ressalta-se que os valores informados nos catálogos são apenas a base para colecionadores e vendedores. Na verdade, os valores reais dependem da negociação entre as partes envolvidas. Portanto, é possível vender moedas a preços mais altos do que os listados no catálogo, se o comprador acreditar que vale a pena pagar mais.

Veja como vender moedas

Os interessados em vender seus exemplares podem fazer isso de diversas formas. Verifique as melhores maneiras de vender moedas exóticas para colecionadores abaixo.

  • Grupos de colecionadores em redes sociais, como o Facebook;
  • lojas especializadas na venda e compra de moedas raras, físicas e online;
  • leilões de moedas raras, especialmente itens de alto valor;
  • Plataformas online como eBay, Amazon, Mercado Livre e Shopee;
  • Site da Associação Brasileira de Dinheiro.

Por fim, as pessoas devem aumentar seus conhecimentos sobre o assunto e ganhar experiência no mercado para conseguir preços justos. Vale ressaltar que os leilões proporcionam um ambiente competitivo, o que aumenta as chances de venda de moedas a preços mais altos.

Últimas Notícias