25.4 C
São Paulo
segunda-feira, julho 22, 2024

Ministro da Educação confirma que estudantes do ensino médio receberão bolsa estudantil a partir de março; Entenda

Leia Mais

O ministro da Educação ressaltou que o pagamento da bolsa estudantil deve começar em março deste ano. O valor será destinado a estudantes do ensino médio de todo o país. A ideia é fazer um pagamento de dois auxílios para os estudantes, entenda melhor.

Uma boa notícia para os estudantes do ensino médio, a partir de março deste ano, eles devem receber algum tipo de “poupança” paga pelo governo federal. A bolsa estudantil deve servir de incentivo para a permanência na educação básica. Cerca de 2,5 milhões de jovens receberão depósitos.

Os estudantes devem receber duas bolsas, uma mensal e outra anual. Em dezembro de 2023, o ministro, Camilo Santana, já anunciou o investimento do bilionário nessa iniciativa.

Post Instagram Dia internacional dos estudantes

Bolsa de Estudo para Estudantes do Ensino Médio

  • O programa foi chamado de Poupança para incentivar a permanência e a conclusão escolar de alunos do ensino médio da rede pública, o Pé-de-Meia.
  • Como o nome sugere, ele deve ter como público-alvo alunos do ensino médio da rede pública de ensino.
  • Para esse pagamento de ninho, devem ser destinados R$ 6,1 bilhões.
    Os estudantes receberão dois pagamentos.
  • A primeira deve ser mensal, paga por 9 meses, podendo ser retirada a qualquer momento.
  • A segunda é nula e é paga apenas quando o aluno conclui cada série do ensino médio.
  • Ou seja, são um incentivo para a permanência e conclusão dessa última etapa da educação básica.


Requisitos

De acordo com a Medida Provisória (MP) enviada pelo governo ao Congresso, têm direito a esse valor:

  • Estudantes inscritos no Cadastro Único de Programas Sociais (CadÚnico), contemplados pelo Bolsa Família;
  • Ou jovens entre 19 e 24 anos matriculados no Programa de Educação de Jovens e Adultos (EJA).
  • Além disso, o aluno deve manter 80% de frequência e não ser reprovado na escola.
  • Outra norma estabelece que os alunos contemplados participem de provas como o Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) e o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)