25.4 C
São Paulo
segunda-feira, julho 22, 2024

Lula confirma! Mais de sete milhões de beneficiários do Bolsa Família podem passar por uma revisão afetando a redução do benefício

Leia Mais

Bruno Ferreira
Bruno Ferreirahttp://redebrasilnews.com.br/
Além de sua atuação nas redações, Bruno Ferreira também explorou a era digital, envolvendo-se em projetos de mídia online, podcasts e outras formas inovadoras de contar histórias. Sempre em busca de novas formas de se conectar com o público, um defensor incansável da liberdade de imprensa e da importância do jornalismo independente na sociedade contemporânea.

Mais de sete milhões de beneficiários do Bolsa Família poderão passar por revisão de dados, segundo edital do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social (MDS). Além do maior programa assistencial do país, o governo federal pretende analisar informações sobre beneficiários do BPC e tarifas sociais.

O objetivo da revisão no Bolsa Família é atualizar os dados cadastrais, principalmente os registrados entre 2019 e 2021, e verificar informações importantes no Cadastro Único (CadÚnico), como composição familiar e renda. 

O Governo Federal realiza revisões do Bolsa Família desde 2023 para detectar irregularidades e facilitar o acesso a programas sociais para quem realmente precisa. A MDS não forneceu detalhes sobre o início ou a duração das revisões em seu comunicado.

Quais fatores levam ao bloqueio do Bolsa Família?

De acordo com o MDS, os beneficiários com irregularidades serão notificados por meio do aplicativo Bolsa Família ou Caixa Econômica Federal (CEF), mas também é possível verificar a situação do CPF da seguinte forma:

  • Acesse o site da Receita Federal;
  • Clique em “Consulta de CPF”;
  • Inserir o número do documento do portador e a data de nascimento;
  • Clique em “Consultar”, que cria o comprovante de cadastro do CPF.


Para evitar entupimentos no Bolsa Família de janeiro, é necessário atualizar os dados cadastrais em caso de irregularidades. Essa atualização pode ser feita online, através do navegador ou do aplicativo CadÚnico. 

Além disso, é possível fazer isso pessoalmente em unidades da Receita Federal, bem como em estações satélites, como Correios, cartórios, Banco do Brasil ou Caixa Econômica.

Em caso de discrepâncias específicas relacionadas ao CadÚnico, é necessário buscar atendimento presencial na unidade do CRAS para regularizar a situação. Essas medidas são necessárias para garantir o cumprimento dos requisitos estabelecidos e evitar possíveis interrupções nos pagamentos do Bolsa Família.

Como organizar o bloqueio do Bolsa Família?

Para organizar o Quadro de Parceria Colaborativa online:

  • Acesse o site da Receita Federal;
  • Clique em “Meu CPF”;
  • Depois, na “Atualização de CPF”;
  • Por fim, no “regulamento do CPF.

Para atualizar informações no CadÚnico:

  • Abra o aplicativo CadÚnico;
  • Login com CPF e senha;
  • Pressione “Atualizar cadastro por confirmação”;
  • Selecione se deseja atualizar o “Endereço da Família” ou “Composição da Família”;
  • Após confirmar ou adicionar as novas informações, clique em “Confirmar dados cadastrais individuais”.