14.7 C
São Paulo
domingo, julho 14, 2024

Presidente Lula avalia perdoar as dívidas destes brasileiros; Entenda

Leia Mais

O governo federal está avaliando uma medida para perdoar a dívida de alguns brasileiros. Na avaliação da nova administração, os beneficiários da ajuda brasileira foram afetados por um empréstimo salarial criado pelo governo anterior pouco antes das eleições.

Qualquer decisão deve ser negociada para esse fim, já que a oferta inclui mais de uma dezena de bancos, incluindo a Caixa Econômica Federal. Segundo o ministro do Desenvolvimento Social, Wellington Dias, o fim do crédito está no planejamento com a AGU (Procuradoria-Geral da Federação, o Ministério da Fazenda e a CGU (Comandante-em-Chefe da Federação).

Mas se a folha de pagamento da Ajuda Brasileira já está cancelada, como estão as famílias já contratadas? O presidente Luiz Inácio Lula da Silva pretende conceder um indulto? Entendimento.

Perdão da dívida

Nesse tipo de crédito, um cidadão pode renunciar a até 40% do valor de sua cota por até 24 meses. Atualmente, é possível pagar até R$ 160 mensais a taxas de juros de até 3,5% ao mês, que é o limite estabelecido para o método.

No início de seu mandato, Dias indicou a possibilidade de perdão para quem contratar uma avó. “Há uma proposta de anistia para os devedores. Certamente, estes estão endividados”, disse o ministro. Ainda não há mais informações.

Controvérsias e dívidas

A empresa brasileira de ajuda foi contratada por cerca de 3,5 milhões de pessoas, que faturaram quase R$ 9,5 bilhões em dívidas. Além dos beneficiários do programa social, o número inclui idosos e pessoas com deficiência de baixa renda que recebem o Benefício de Benefícios Continuados (BPC).

O crédito foi objeto de muita polêmica depois que foi anunciado, inclusive entre os próprios bancos. Especialistas previram que o nível de endividamento das populações mais pobres poderia aumentar e correr o risco de exacerbar sua vulnerabilidade.

Por outro lado, os bancos não quiseram aderir à oferta preocupando-se com o calote. Se a família for excluída do programa, você terá que encontrar outras maneiras de continuar pagando o empréstimo.

Além da anistia, o Ministério do Desenvolvimento Social também está avaliando o método de redução de juros e estabelecendo um programa de renegociação da dívida, o Brasil Desanoites.

Últimas Notícias