21.2 C
São Paulo
terça-feira, junho 18, 2024
- Publicidade -spot_img

Governo Federal pode anunciar nos próximos dias a decisão sobre a antecipação do INSS 13º salário

Leia Mais

O governo federal pode esperar, novamente, pagar o 13º salário a aposentados, pensionistas e demais segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A operação pode beneficiar cerca de 33 milhões de pessoas e injetar cerca de R$ 66 bilhões na economia nos próximos meses.

O abono de Natal é pago em duas parcelas a todos os beneficiários de programas previdenciários, incluindo benefícios por incapacidade temporária, auxílio-acidente ou auxílio-prisão. No entanto, quem recebe o recurso de pagamento contínuo (BPC) não tem direito, pois o programa é uma ajuda.

Técnicos do governo informaram que o Palácio Planalto recebeu a minuta de decreto com expectativa, mas ainda aguarda aprovação do Tesouro Nacional. Uma decisão sobre esse assunto é esperada para os próximos dias.

Nos cálculos do governo, o PIB deve crescer mais de 2% em 2024, embora haja dúvidas sobre a manutenção dos níveis de consumo das famílias. Os recursos pagos antecipadamente para aposentados e pensionistas serão usados diretamente no consumo, já que a maior parte do valor vai para as necessidades básicas da população.


Histórico de antecipação pelo INSS

Cada parcela do bônus de aniversário equivale a 50% do benefício recebido pelo segurado, e a primeira parcela não pode ter desconto. Por outro lado, a segunda cota pode incluir deduções como o Imposto de Renda (IR).

Inss

Tradicionalmente, o salário de 13 é pago no segundo semestre de cada ano, mais precisamente junto com os benefícios de agosto e novembro. No entanto, desde a pandemia do novo coronavírus, o governo vem avançando na liberação de recursos aos segurados.

Em 2023, cerca de 32,5 milhões de beneficiários receberam o repasse das duas parcelas em maio e junho, incluindo dependentes da Previdência Social. Para 2024, as datas serão confirmadas após a decisão do Planalto.

Bruno Ferreira
Bruno Ferreirahttp://redebrasilnews.com.br/
Além de sua atuação nas redações, Bruno Ferreira também explorou a era digital, envolvendo-se em projetos de mídia online, podcasts e outras formas inovadoras de contar histórias. Sempre em busca de novas formas de se conectar com o público, um defensor incansável da liberdade de imprensa e da importância do jornalismo independente na sociedade contemporânea.

Últimas Notícias