21.7 C
São Paulo
domingo, abril 21, 2024
- Publicidade -spot_img

Financiamento Minha Casa Minha Vida: Veja o valor mínimo por parcela que você pode pagar

Leia Mais

Apesar das parcelas serem pequenas, você precisará pagar o financiamento por meio do Minha Casa, Minha Vida. Isso significa que o banco só aprova o imóvel a ser financiado quando há comprovação de que aquela família tem capacidade financeira para pagar parcelas mensais. No entanto, há um limite para o faturamento. 

O financiamento por meio do Minha Casa, Minha Vida é realizado principalmente pela Caixa Econômica Federal. Esse é o banco público responsável por aprovar a família que quer comprar o imóvel, mesmo que haja apoio. Ou seja, mesmo que haja deduções porque o governo pagará uma “parte” do valor total, há a necessidade de calcular a arrecadação dos prêmios. 

Há um valor limite que é definido para o financiamento. Dependendo da faixa de renda mensal desse grupo, há um valor que pode ser financiado. Ou seja, o governo controla o valor do imóvel a ser adquirido, para que ele “caiba no bolso” de quem vai comprá-lo. 

As vantagens do financiamento por meio do Minha Casa, Minha Vida é que os juros cobrados são menores em relação a outros do mercado imobiliário. Além disso, o governo deve liberar as pessoas de baixa renda de depositar subsídios que podem reduzir o valor final a ser pago em até 95%. 

Quanto preciso parcelar o Minha Casa, Minha Vida?

As parcelas dos financiamentos do Minha Casa e do Minha Vida são calculadas a partir de dois pontos importantes: a renda do comprador e o valor do imóvel. O governo estabelece um teto para o compromisso com o salário mensal dos beneficiários, o que reduz as chances de endividamento.


  • Para quem ganha até R$ 1.200 – pode comprometer até 10% da renda mensal;
  • Para ganhar entre R$ 1.200 e R$ 1.600 – podem comprometer até 15% da sua renda mensal;
  • Para ganhar entre R$ 1.600 e R$ 1.800 – você pode destinar até 20% da sua renda mensal;
  • Programa de faixas 1, 2 e 3* – pode comprometer até 30% da sua renda mensal.

As faixas de renda no Minha Casa, Minha Vida são:

Captura de tela 2024 03 05 071700

Valor máximo que pode ser financiado pelo Minha Casa, Minha Vida

O governo também determina o valor marginal do imóvel a ser financiado pelo Minha Casa, Minha Vida. Dependendo da faixa de renda do credor, há um preço para a casa ou apartamento que pode ser comprado. O governo tem interesse em criar uma nova faixa de renda para aumentar o valor que pode ser financiado, mas esse projeto ainda não começou a ser implementado. 

Minha Casa Minha Vida

Hoje, os limites são:

  • Linha de serviço subsidiada (Faixa 1): O valor da unidade habitacional pode chegar a R$ 170.000,00;
  • Para projetos envolvendo os Faixa1 e 2, o valor das unidades residenciais pode chegar a R$ 264.000,00;
  • Para projetos que contemplam o Faixa 3, o valor das unidades residenciais pode chegar a R$ 350.000,00.

Para o MCMV rural (Minha Casa, Minha Vida):

  • Para moradias novas, o valor unitário máximo pode chegar a R$ 75 mil;
  • Para reforma da casa, o valor atual chega a R$ 40 mil.
Bruno Ferreira
Bruno Ferreirahttp://redebrasilnews.com.br/
Além de sua atuação nas redações, Bruno Ferreira também explorou a era digital, envolvendo-se em projetos de mídia online, podcasts e outras formas inovadoras de contar histórias. Sempre em busca de novas formas de se conectar com o público, um defensor incansável da liberdade de imprensa e da importância do jornalismo independente na sociedade contemporânea.

Últimas Notícias