18.1 C
São Paulo
terça-feira, maio 21, 2024
- Publicidade -spot_img

Este estado abre 3.500 vagas para carteira de motorista de graça; Saiba como se cadastrar

Leia Mais

- Publicidade -spot_img

O governo estadual anunciará, nesta terça-feira (18), o lançamento da segunda fase do Programa CNH Social 2023. Outras 3.500 vagas serão disponibilizadas para pessoas que querem tirar a carteira de motorista gratuitamente.

Os interessados podem solicitar a primeira habilitação nas classes A (moto) ou B (carro). Para quem já é elegível, há a possibilidade de adicionar classe A ou B e mudar de classe D (caminhão, micro-ônibus, ônibus) ou E (caminhão e reboque).

As vagas são para pessoas de baixa renda inscritas em benefícios sociais que desejam tirar a carteira de motorista. As inscrições devem ser feitas exclusivamente pelo site do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), a lista final dos selecionados para se inscrever no programa será divulgada no site do Detran| ES.

Requisitos de Participação Social da CNH

  • Ser maior de 18 anos;
  • Alfabetização.
  • Possuir CPF e RG ou equivalente;
  • Comprovante de residência ou residência no estado do Espírito Santo;
  • Não estar judicialmente impedido de possuir a CNH;
  • Estar inscrito no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal com dados atualizados até 16 de junho de 2023;
  • Ter renda familiar de até 02 (dois) salários mínimos;
  • Você não tem uma deficiência que o impeça de obter CNH.

Passo a passo para se cadastrar

Para se cadastrar, o interessado deve acessar o site da www.detran.es.gov.br, entrar no banner ou botão do programa CNH Social na página inicial e inserir as informações pessoais necessárias. Todos os dados reportados devem verificar com precisão as informações contidas no CadÚnico.

O candidato também deve escolher a categoria desejada, dentre as seguintes opções: Primeira qualificação categoria A (moto) ou primeira qualificação B (carro) para quem ainda não se qualificou. Aqueles que já têm carteira de motorista podem optar por adicionar a Classe A (motocicleta), adicionar a Classe B (carro), mudar para a Classe D (por exemplo, caminhão e ônibus) ou mudar a Classe E (por exemplo, caminhão e reboque). Vale ressaltar que, após a inscrição, a categoria selecionada não poderá ser modificada.

A distribuição das vagas é a seguinte: 40% para a primeira qualificação (A ou B), 20% para o acréscimo da categoria A ou B e 40% para mudança de categoria D ou E. O objetivo é focar na formação profissional, com o objetivo de dar aos motoristas a oportunidade de ingressar no mercado de trabalho e aumentar a empregabilidade.

Escolha do candidatos

Os candidatos são selecionados eletronicamente, sem intervenção humana, de acordo com os critérios do programa e com base nas informações prestadas pelos próprios beneficiários no CadÚnico, levando em consideração os critérios de baixa renda per capita, maior número de componentes no grupo familiar, candidatos com ensino fundamental completo, beneficiário do Bolsa Família e data e horário de inscrição.

Cursos de especialização junto com carteira de motorista

Como novidade, o Detran também anunciou que novos cursos especializados para formação de condutores profissionais serão somados aos já oferecidos aos beneficiários do programa, agora com foco em condutores classe A (motocicletas).

A cerimônia de lançamento acontecerá na manhã desta terça-feira (18), no Palácio Anchita, em Vitória.

Ao mesmo tempo, será lançado o programa “Tudo na Mesma Coisa”, que permitirá que compradores e/ou vendedores de veículos realizem todos os serviços em um só lugar quando comercializados para concessionárias, distribuidores e vendedores autorizados, reduzindo o tempo de espera para concluir os procedimentos de transferência de propriedade.

Últimas Notícias