17.1 C
São Paulo
sexta-feira, abril 19, 2024
- Publicidade -spot_img

É possível financiar o Minha Casa Minha Vida com nome sujo? Descubra agora

Leia Mais

Muitos brasileiros compartilham um sonho: a casa própria. Atualmente, uma das formas mais fáceis de conseguir a casa própria é por meio do Minha Casa Minha Vida, mas muitos cidadãos ainda têm dúvidas sobre os requisitos necessários para poder participar do programa do governo federal. Com o nome sujo, rola?

Um nome negativo dá problema?

É que ele! Essa é a pergunta mais frequente entre os interessados. A situação financeira do comprador realmente afetará a aprovação do financiamento imobiliário? Para responder a essa pergunta, é necessário entender alguns dos pontos analisados pela Caixa Econômica Federal na hora de liberar recursos do MCMV.

Pontos analisados pela Caixa

Antes de aprovar o financiamento do imóvel pelo Minha Casa Minha Vida para o cliente, a Caixa busca três aspectos da vida financeira do interessado. Confira quais são!

Cadastro Nacional de Mutuários (CADMUT)

Um dos órgãos analisados pela Caixa é o CADMUT, onde são registradas as informações dos contratos de financiamento habitacional, ativos e inativos, firmados no Sistema Financeiro da Habitação (SFH). É também onde são registradas informações sobre programas habitacionais e programas sociais do governo.

A consulta é realizada porque o MCMV exige que o beneficiário possa participar apenas uma vez do programa, ou seja, caso o interessado ou cônjuge já tenha participado do MCMV e de outros programas habitacionais com recursos federais, não será permitida nova inscrição. O procedimento vale até mesmo para imóveis que já foram vendidos.O CADMUT visa garantir que pessoas que nunca participaram de programas tenham acesso aos benefícios concedidos, assim é possível evitar que o mesmo cidadão participe mais de uma vez do programa enquanto outros aguardam.

SPC e Serasa

Ao solicitar o financiamento da casa, muitos brasileiros se perguntam se é possível conseguir as condições com o nome sujo. Saiba que, quando há restrições no SPC ou Serasa, a Caixa não aceita financiar o Minha Casa Minha Vida. Note-se que o mesmo se aplica ao caso de um cônjuge negativo.

Por isso, será necessário quitar os débitos devidos para retirar seu nome e CPF dos órgãos de proteção ao crédito antes de solicitar o financiamento. Tal compra só será aprovada após a quitação das dívidas, quando o nome do requerente e de sua esposa estiverem limpos nos sistemas mencionados.

Recorde BACEN

Além das consultas acima, a Caixa também analisa o cadastro, ferramenta disponibilizada pelo Banco Central do Brasil (Bacen) para informar as informações financeiras e operações de crédito de uma pessoa física ou jurídica. Por meio dele, é possível consultar informações sobre empréstimos, dívidas, contas correntes, entre outros. Esta consulta será muito crucial quando se trata de aprovar o seu financiamento.

Ou seja, porque a parte de financiamento não pode ultrapassar 30% da renda do comprador. Assim, se você já tem algumas parcelas para pagar, como o financiamento de um carro, o valor liberado para comprar um imóvel será menor. Além disso, se essa parte atual representar 30% da sua renda, o financiamento do imóvel não será aprovado.

Últimas Notícias