15.4 C
São Paulo
terça-feira, junho 18, 2024
- Publicidade -spot_img

Bolsa Família; Presidente da Caixa Econômica, Rita Serrano, confirmou ótima notícia após parceria com novos bancos

Leia Mais

Uma mudança inédita na forma de pagamento do Bolsa Família deve ser aprovada nos próximos dias. A partir de então, a Caixa Econômica Federal paga exclusivamente a 20,9 milhões de famílias vulneráveis com acesso ao programa. Mas se o procedimento que prevê parceria com outros bancos for aceito, essa regra pode ser alterada em todo o país.

Declaração

Na semana passada, a presidente da Caixa Econômica, Rita Serrano, garantiu que os quatro bancos federais estão trabalhando em parceria em benefício dos moradores que têm acesso a benefícios sociais, como o Bolsa Família. O procedimento deve ser baseado na Caixa, Banco do Brasil, Banco do Nordeste e Banco da Amazônia. Embora esses dois últimos bancos sejam regionais, eles também estão sob o controle do governo federal.

Juntos, os quatro bancos terão uma rede de atendimento de 9 mil agências bancárias e 13 mil lotéricas, somando 22 mil unidades, explicou a presidente Rita. A ideia é que uma pessoa que hoje precise ir à Caixa para sacar seus juros, possa usar os caixas eletrônicos dos bancos citados para receber sua ajuda. 

Dessa forma, facilitará para quem recebe o Bolsa Família, mas mora perto do Banco do Brasil da Caixa, por exemplo. Em breve, o acesso ao pagamento ficará mais fácil para toda a população, sem limitar o saque em um banco exclusivo. “Todos os caixas eletrônicos poderão receber clientes da outra instituição financeira”, disse Rita Serrano.

Como funciona o saque do Bolsa Família hoje?

Hoje, o Bolsa Família, assim como o vale-gás ou qualquer assistência social paga pelo governo federal, são sacados exclusivamente na Caixa e em seus canais de atendimento. O valor é transferido para a conta Caixa Tem, que é uma conta poupança social que abre automaticamente em nome do cidadão.

O presidente da CAIXA explicou que o prazo para a implantação do projeto dependerá da tecnologia do sistema de cada um dos três bancos parceiros, mas isso acontecerá ainda este ano. Em um procedimento histórico, será possível sacar o benefício social em qualquer banco administrado pelo governo federal.

A Caixa continua sendo o principal canal de pagamento do Bolsa Família, com o repasse da poupança social. O que deve acontecer é a ampliação dos canais de saques.

Últimas Notícias