27 C
São Paulo
sábado, março 2, 2024
- Publicidade -spot_img

Bolsa Família mês de junho: Confira o calendário e valor da parcela

Leia Mais

Bolsa Família terá novidades no valor da parcela a partir de junho. Calendário de pagamento já pode ser consultado.
Imagem: Reprodução/Google

Se você faz parte do Bolsa Família, já sabe que o programa deve passar por algumas mudanças em junho. O governo federal está finalizando neste mês a implantação da nova versão do programa que trouxe novidades principalmente em relação ao valor da base e aos juros adicionais.

Por isso, parte dos beneficiários já aguarda as datas de pagamento do Bolsa Família em junho. Mesmo com os depósitos de maio ainda não iniciados, já é possível consultar o calendário do programa para o mês 06.

Calendário do Bolsa Família em junho

À semelhança dos meses anteriores, o Governo vai continuar a libertar valores nos últimos 10 dias úteis de cada mês. Em junho, o pagamento começa no dia 19 para os inscritos no valor de 1 NIS final e segue até 30 para o último grupo.

Veja as datas de pagamento do Bolsa Família em junho:

  • 19 de junho – depósito para inscritos com NIS final 1;
  • 20 de junho – depósito para inscritos com NIS final 2;
  • 21 de junho – depósito para inscritos com NIS final 3;
  • 22 de junho – depósito para inscritos com NIS final 4;
  • 23 de junho – depósito para inscritos com NIS final 5;
  • 26 de junho – depósito para inscritos com NIS final 6;
  • 27 de junho – depósito para inscritos com NIS final 7;
  • 28 de junho – depósito para inscritos com NIS final 8;
  • 29 de junho – depósito para inscritos com NIS final 9;
  • 30 de junho – depósito para inscritos com NIS final 0;

Consulta ao Bolsa Família em junho

No momento, as plataformas de consulta ainda não informam os valores que serão recebidos do Bolsa Família em junho. Antes disso, a Caixa precisa concluir os pagamentos de maio que começam no dia 18/05 e fechar a folha de pagamento do mês seguinte, o que geralmente acontece até o dia 10.

Assim, o novo valor do Bolsa Família pode ser consultado a partir de 10 de junho nos seguintes canais:

  • Aplicativo do Bolsa Família;
  • Aplicativo Caixa Tem;
  • Aplicativo Cadúnico
  • Portal Cidadão da Caixa.

Valor do Bolsa Família sobe em junho

Como mencionado acima, o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) se prepara para fazer mudanças no pagamento para junho. Apesar de ter sido lançado em março, o novo Bolsa Família só será implantado em junho.

Mesmo assim, o governo afirmou que são pagos benefícios pertencentes ao antigo programa, o Auxílio Brasil, além de um adicional de R$ 150 para crianças de 0 a 6 anos. A partir de junho, o governo vai liberar outro adicional pago a gestantes e jovens de até 18 anos que está incompleto.

Bolsa Família de R$ 142 por pessoa

Outra mudança é que o valor do Bolsa Família passará a ser calculado de acordo com o número de integrantes do grupo. O valor mínimo permanecerá em R$ 600, mas famílias com mais pessoas receberão mais benefícios.

Hoje, o pagamento tem valor igual para famílias de uma pessoa e famílias de 5 pessoas, por exemplo. Para mudar essa disparidade, o governo vai implementar um “benefício individual” de R$ 142, que é o valor concedido por pessoa.

Assim, famílias de 10 pessoas que antes recebiam R$ 600 podem receber uma parcela de R$ 1.420, além de benefícios adicionais. O MDS ainda não esclareceu se haverá um benefício máximo por família.

“Antes, uma família de 10 pessoas recebia R$ 600, sem filho, sem grávida e sem adolescente. Agora passei a receber R$ 1.420, devido ao mínimo estabelecido de R$ 142 por pessoa”, explicou o ministro.

Confira a lista de benefícios do Bolsa Família em junho:

Benefício de renda cidadã – o valor de R$ 142 por pessoa no domicílio, independentemente do número de membros. Por exemplo, uma família de 10 pessoas pode ganhar R$ 1.420 por mês.

Benefício complementar – pago quando o direito de renda do cidadão não é suficiente para atingir o mínimo de R$ 600. O valor é calculado individualmente para cada família.

Benefício Variável Família – O adicional de R$ 50 para gestantes, crianças e adolescentes entre 7 e 18 anos está incompleto.

Benefício transitório extraordinário – o benefício pago quando o valor dos novos benefícios somados for inferior ao que a família recebeu no programa Auxílio Brasil.

Últimas Notícias