22.3 C
São Paulo
sábado, março 2, 2024
- Publicidade -spot_img

Bolsa Família; calendário de pagamentos de Março está disponível; confira!

Leia Mais

Trabalhadores, aposentados e pensionistas podem ser surpreendidos a partir de maio com a liberação de um novo salário mínimo.

Os pagamentos do Bolsa Família começam no dia 20 de março e vão até o dia 31. Seguindo o padrão anterior da ajuda brasileira, as datas seguirão o último dígito do número de identificação social (SRI) dos beneficiários.

Além do calendário comum, famílias assistidas pelo programa e residentes em cidades do litoral norte de São Paulo, afetadas por fortes chuvas no Carnaval e ainda em estado de desastre ou emergência, receberão em 20, independentemente de siclos.

O Governo já comunicou o compromisso de promover o Bolsa Família aos beneficiários dessa área.

Confira o calendário completo, válido para todas as famílias, exceto para as cidades do litoral paulista:

  • NIS de final 1: 20 de março
  • NIS de final 2: 21 de março
  • NIS de final 3: 22 de março
  • NIS de final 4: 23 de março
  • NIS de final 5: 24 de março
  • NIS de final 6: 27 de março
  • NIS de final 7: 28 de março
  • NIS de final 8: 29 de março
  • NIS de final 9: 30 de março
  • NIS de final 0: 31 de março

Mais pagamento do Bolsa Família em março: confira as regras do programa reparado

Embora o nome seja o mesmo programa popular dos governos do PTP e sua base seja a mesma, o Bolsa Família 2023 foi reconfigurado em busca das necessidades das famílias financeiramente vulneráveis no Brasil hoje.

Veja o que mudou:

  • Cada família receberá pelo menos R$ 600
  • Mais de R$ 150 por criança de até 6 anos e R$ 50 por criança ou adolescente (7-18 anos) e por gestante continuarão a ser pagos, a partir de junho
  • O valor da renda aumentou para entrar no programa, de R$ 210 por pessoa (máximo) para R$ 218
  • Se a renda per capita subir e ultrapassar R$ 218, o Bolsa Família não será cortado imediatamente. A família pode permanecer no programa por até 24 meses, recebendo 50% dos benefícios. Esta regra aplica-se a partir de junho.
  • As famílias que deixarem voluntariamente o Bolsa Família ou perderem renda e precisarem retornar ao programa terão prioridade.

De acordo com dados do governo, as famílias inscritas no programa são compostas, em média, por 3 membros. A expectativa é atingir 21,8 milhões de domicílios e distribuir cerca de R$ 13,2 bilhões em 2023.

Últimas Notícias