14.7 C
São Paulo
domingo, julho 14, 2024

Atenção! uma nova margem acaba de sair para os aposentados. Confira agora

Leia Mais

As mudanças no valor do salário mínimo em 2023 continuam impactando a vida de milhões de beneficiários do INSS. Desta vez, falaremos sobre suas consequências para o empréstimo salarial, e a nova margem para a liberação do crédito que ocorreu a partir deste mês.

Leia abaixo todas as informações sobre o empréstimo salarial e os novos valores disponíveis para aposentados e pensionistas.

Empréstimo Consignado INSS

Antes de mais nada, é preciso entender o que é um empréstimo consignado do INSS e como ele funciona. É uma modalidade de crédito que garante dinheiro de forma rápida e prática para aposentados e pensionistas, com pagamentos descontados automaticamente dos salários mensais.

Assim, é considerado uma forma de empréstimo muito útil para os beneficiários, já que também é uma forma barata de conseguir dinheiro. Além disso, os valores descontados dos salários são proporcionais aos pagamentos do INSS recebidos por cada segurado.

Aumento dos salários dos beneficiários

No entanto, a mudança do salário mínimo em maio de 2023 teve impacto direto no funcionamento do empréstimo salarial. Isso porque os aposentados do INSS também passaram a receber o novo valor, equivalente a R$ 1.320,00.

Assim, o empréstimo salarial, que tem como base o salário mínimo atual e o valor recebido pelos beneficiários para a liberação do crédito, sofreu os efeitos da mudança.

Nova Margem de Empréstimo Consignado

Dessa forma, o que acontece é que R$ 18 novos garantidos pelo governo para os brasileiros, também prevê um adicional de R$ 6 para empréstimos consignados. Além disso, vale ressaltar que é possível comprometer até 35% da sua renda mensal para pagar as parcelas automáticas do saldo.

Com isso, aposentados e pensionistas podem conseguir um empréstimo consignado com parcelas de até R$ 250. No entanto, a maioria das instituições bancárias brasileiras impede essa emissão por meio de políticas internas. Assim, eles só liberam cerca de R$ 1 mil por pessoa, por meio de negociação.

Por isso, milhões de brasileiros não conseguem acessar o valor integral da nova margem do empréstimo consignado disponível neste mês.

Últimas Notícias