27 C
São Paulo
sábado, março 2, 2024
- Publicidade -spot_img

Aposentados e pensionistas do INSS irão receber R$ 1,6 bilhão em atrasados

Leia Mais

Aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) estão prestes a receber R$ 1,6 bilhão em atrasos. O CJF (Conselho Federal de Justiça) autorizou o pagamento de dívidas judiciais ao governo federal aos segurados via RPVs (Pedidos de Pequeno Valor).

Um total de 99.892 beneficiários que conquistaram 1.593.416.271 concessões ou revisões de benefícios receberam autorização do juiz em dezembro de 2023. Os casos dizem respeito a valores de até 60 salários mínimos (R$ 84.720 em 2024).

Os recursos já foram distribuídos pelo CJF aos TRFs (tribunais regionais federais), que agora são responsáveis por depositá-los aos cidadãos. O calendário e o valor do saque podem ser consultados no site do órgão responsável pelo procedimento.

Entre as revisões e concessões estão aposentadorias, pensões e auxílios, além do BPC (Benefício de Pagamento Contínuo), oferecido a idosos de baixa renda e pessoas com deficiência.

A liberação dos atrasados ocorre quando a ação se encerra, sem possibilidade de recurso pelo INSS, e os recursos são depositados pelo TRF na área onde o segurado ajuizou a ação. Para efetuar o pagamento, são abertas contas na Caixa Econômica Federal ou no Banco do Brasil em nome do cidadão ou de seu advogado, etapa chamada de processamento.



Como consultar INSS em atraso

O processo começa com a liberação dos recursos pelo CJF e, em geral, leva cerca de uma semana para que o beneficiário tenha acesso aos recursos. Para realizar a consulta, ele ou seu advogado devem acessar o site do TRF na região e informar ao CPF ou OAB o número do profissional ou do processo.

Confira nosso guia passo-a-passo para consulta:
  • Na página principal do site do TRF, clique em “Consulta processual”;
  • Selecione a opção em ‘Consultas OAB, Processo de Origem, Carta de Origem ou Número de Protocolo’;
  • Informe o CPF, OAB ou número do processo, depois vá em “Não sou robô”;
  • Faça a verificação necessária e clique em “Pesquisar”;
  • O atalho será RPV no campo Ação.

O valor a ser depositado pelo juízo está incluído no campo “Valor listado na proposta”, mas o valor poderá ser corrigido até a data do pagamento. Depois que a retirada é liberada, o status é “totalmente pago ao tribunal”.

Últimas Notícias