17.1 C
São Paulo
sexta-feira, abril 19, 2024
- Publicidade -spot_img

Abono PIS/PASEP 2024 tem normas e valores já disponíveis para consulta; Confira quanto vai receber

Leia Mais

Os trabalhadores contratados em 2022 terão a oportunidade de retirar o PIS/PASEP 2024. No entanto, a preocupação continua devido aos atrasos causados pela pandemia de Covid-19 no pagamento do abono salarial do ano-base 2022.

O calendário do PIS/PASEP 2024 para o ano-base 2022 será implementado de fevereiro a julho do ano que vem, após organização por mês de nascimento ou número final de registro. 

Essa é uma norma já estabelecida em anos anteriores e reflete a tabela de abono salarial de 2022 para o ano-base de 2020 e o calendário do PIS de 2023 referente ao ano-base de 2021.

Embora as datas oficiais do calendário do PIS/PASEP 2024 ainda não tenham sido anunciadas, os trabalhadores poderão verificar sua situação do PIS a partir de janeiro. Diante dos frequentes atrasos, os trabalhadores ficam atentos a uma possível antecipação do abono salarial para 2024.

Quem tem direito a sacar o PIS/PASEP 2024?

Para obter o PIS/Pasep, o trabalhador precisa verificar o direito ao abono salarial no ano de referência, no caso, 2022. De qualquer forma, as regras de elegibilidade não mudaram nos últimos anos. Portanto, é necessário cumprir os seguintes critérios:

  • Estar matriculado nos programas do PIS/PASEP há pelo menos cinco anos; 
  • Trabalhou com carteira assinada por pelo menos 30 dias consecutivos ou não; 
  • Recebiam até dois salários mínimos;
  • Obter informações e atualizar devidamente os dados do trabalho no Relatório Anual de Informações Sociais (RICE). 

Muitas pessoas se concentram apenas no fato de que trabalharam por alguns meses durante o ano de referência para pagamento. No entanto, esquecem que é necessário ter pelo menos cinco anos de trabalho oficial, consecutivos ou não. Caso contrário, o PIS/PASEP não será liberado. 

O trabalhador também deve se atentar ao período padrão de inscrição no PIS/Pasep, que é de cinco anos. Somente após esse período, o trabalhador tem direito ao primeiro abono salarial, mesmo que já preencha todos os outros requisitos.

Valor PIS/PASEP 2024

O valor do programa deve aumentar no ano que vem. O reajuste está relacionado ao salário mínimo para 2024, o que afeta diretamente os prêmios de abono salarial.



Com expectativa de reajuste, o pagamento do PIS/Pasep com referência ao ano-base 2022, cujo calendário está atrasado, pode ser maior do que o esperado até o momento. 

Essa possibilidade está relacionada ao fato de que o governo Lula estuda aumentar o salário mínimo em 2024 para R$ 1.421. Com os novos valores, os trabalhadores terão um aumento de 7,65% em relação ao mínimo nacional para 2023, fixado em R$ 1.320.

É importante esclarecer que a remuneração salarial é calculada com base no número de meses trabalhados no ano-base (1/12) do valor total do salário atual. Ou seja, o valor do PIS/Pasep acumula mensalmente até atingir o equivalente ao salário mínimo atual.

Assim, embora ainda não se saiba qual é o bônus de salário mínimo equivalente para cada mês, ao final do período de 12 meses, o trabalhador terá a oportunidade de receber R$ 1.421

Consulta PIS/PASEP 2024

O cidadão conta com quatro canais de atendimento acessíveis pelo celular para consultar com direito e outros detalhes sobre o abono salarial. São eles: 

  • Ministério do Trabalho e Previdência Social;
  • aplicativo de cartão de visita digital;
  • Site Gov.br;
  • Telefone 158.

Nas duas primeiras alternativas, o cidadão precisará acessar sua conta no site do governo federal e, em seguida, ser redirecionado para a página original onde poderá consultar o abono salarial. No caso de uma consulta por telefone, basta seguir as instruções fornecidas pelo servidor virtual até chegar ao passo desejado. 

Como sacar o PIS/PASEP 2024

Os beneficiários que não sacaram o PIS/Pasep em anos anteriores terão a oportunidade de fazê-lo em 2024. Nesses casos, os pedidos de pagamento do abono salarial podem ser feitos presencialmente, via e-mail, telefone ou aplicativo.

Em um sorteio presencial, o beneficiário precisa se dirigir a uma unidade de atendimento do Ministério do Trabalho e Previdência Social. As redes de serviço de pasta estão disponíveis em cada estado e podem ser referenciadas em: gov.br/trabalho-e-previdencia/pt-br/canais_atendimento/unidades-de-atendimento.

Um recurso administrativo para o repasse do valor pode ser encaminhado por e-mail, endereçado ao [email protected]. Neste caso, as letras “uf” devem ser substituídas pela abreviatura do país de residência do requerente.

Para fazer o pedido por telefone, o beneficiário pode entrar em contato com o Centro Alô Trabalho, pelo número 158. Além disso, o saque do PIS/PASEP pode ser solicitado por meio do aplicativo de cartão de visita digital, disponível para download gratuito nas lojas de aplicativos.

Também é possível acessar do computador através servicos.mte.gov.br site e fazer login no Gov.br de acesso.

Últimas Notícias