27 C
São Paulo
sábado, março 2, 2024
- Publicidade -spot_img

Real Digital: Veja detalhes de como vai funciona a moeda que promete ser o novo “Pix inteligente”

Leia Mais

Black And Yellow Simple Graphic Designer Email Signature 29
Imagem: Reprodução/Canva

O processo de criação do Real Digital está indo muito devagar. Isso porque neste mês a primeira fase do projeto, o Lift Challenge, foi concluída. Ele reuniu vários projetos e empresas com propostas para o uso da moeda digital do banco central. Deve-se notar que esta fase inicial começou no ano passado e era importante determinar onde usar a moeda.

Operação para o projeto
A medida reuniu mais de 200 pessoas e 30 empresas, além de instituições financeiras, a fim de aplicar diretrizes sobre o tema para os usos reais da moeda no cotidiano de um cidadão. De certa forma, essas propostas incluíam tópicos como processos de digitalização, transações programadas e transações financeiras associadas à Internet das Coisas. Finalmente, o objetivo era alcançar maior transparência, controle e eficiência em transações futuras via moeda virtual.Agora, na segunda etapa do processo, um protótipo será lançado. O objetivo é especificamente testar a possível funcionalidade do Real Digital. Dessa forma, a Real Digital se une ao Pix e ao Open Finance como uma espécie de terceira peça para modernizar o sistema financeiro brasileiro.

Finalmente, a ideia é que uma moeda digital do banco central seja uma espécie de Smart Pix. Em outras palavras, será possível a partir dele realizar ações como transferir dinheiro sob certas condições, como receber o produto.

Além disso, o método permitirá oferecer descontos ou outros benefícios antecipando pagamentos, por exemplo. Tudo isso será possível a partir do sistema de contrato inteligente.

Próximas etapas
O próximo passo para implementar a moeda digital é criar toda a rede e infraestrutura bolckchain onde os movimentos e o processamento do Real Digital ocorrerão. Em suma, todo esse processo deve durar cerca de 18 meses e envolverá as principais instituições financeiras que atuam no país.

Na prática, eles terão acesso a uma grade de testes para simular processos e, assim, entender os procedimentos das transações por minuto e os benefícios quando comparados a outras opções de pagamento, como cartão de crédito. Neste período, também haverá testes focados em segurança e inviolabilidade de redes.

Finalmente, espera-se que o Real Digital seja confirmado como uma opção transparente, barata e eficaz para atender às demandas do mercado.

Últimas Notícias