25.4 C
São Paulo
segunda-feira, julho 22, 2024

INSS anuncia novos reajuste para aposentados e pensionistas que recebem um salário mínimo ou mais.

Leia Mais

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) confirmou o reajuste no valor das aposentadorias e pensões para milhões de segurados em 2024. Além de se referir aos que ganham mais de um salário mínimo, a correção também foi revelada para aqueles que recebem valores maiores.

Os juros equivalentes do mínimo nacional passarão de R$ 1.320 para R$ 1.412, com reajuste de 8,4%, representando um aumento real acima da inflação. Os demais pagamentos terão correção de 3,71%, o que corresponde ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) acumulado em 2023.

O aumento das pensões é o mais baixo desde 2018, quando o INPC variou apenas 3,43%.

Olhando para o percentual esclarecido, o teto dos benefícios do INSS sobe para R$ 7.786,01, ante R$ 7.507,49 no ano passado. Esse é o maior valor que um segurado pode receber em aposentadoria, pensão ou auxílio.

Quando a alteração entra em vigor?

Segundo o instituto, os benefícios de janeiro já serão pagos com o reajuste. O calendário, como de costume, começa no final do mês e abrange parte de fevereiro.



Confira o calendário de pagamento do INSS em janeiro, com base no final do número do cartão do benefício segurado:

Para quem ganha um salário mínimo

  • Final 1: 25 de janeiro;
  • Final 2: 26 de janeiro;
  • Final 3: 29 de janeiro;
  • Final 4: 30 de janeiro;
  • Final 5: 31 de janeiro;
  • Final 6: 1 de fevereiro;
  • Final 7: 2 de fevereiro;
  • Final 8: 5 de fevereiro;
  • Final 9: 6 de fevereiro;
  • Final 0: 7 de fevereiro.

Para quem ganha acima de um salário mínimo

  • Finais 1 e 6: 1 de fevereiro;
  • Finais 2 e 7: 2 de fevereiro;
  • Finais 3 e 8: 5 de fevereiro;
  • Finais 4 e 9: 6 de fevereiro;
  • Finais 5 e 0: 7 de fevereiro.