21.7 C
São Paulo
sábado, março 2, 2024
- Publicidade -spot_img

Grande Alerta para os trabalhadores! Governo Federal surpreende quem vai receber o abono PIS/PASEP em Maio com NOVO valor

Leia Mais

Próximos pagamentos do abono salarial Pis/Pasep terão aumento de valor para quatro grupos. Veja quem vai receber.
Imagem: Reprodução/Google

Caixa retoma em maio os pagamentos do subsídio do PIS/Pasep fazendo novo depósito para quem trabalhou em 2021 com carteira assinada no setor privado ou eram servidores públicos e recebiam até 2 salários mínimos em média naquele ano. O subsídio é uma ajuda do governo para aqueles que ganham menos no país.

Cerca de 23 milhões de trabalhadores serão beneficiados com o abono salarial este ano, e aqueles que trabalharam em empresas privadas recebem PIS por meio da Caixa Econômica Federal (CEF) e os funcionários públicos o recebem por meio do Banco do Brasil.

Historicamente, o pagamento do abono salarial é sempre referente ao ano-base anterior – neste caso, será 2022. No entanto, devido aos efeitos financeiros da pandemia de Covid-19, houve um atraso no cronograma de pagamento.

Os trabalhadores recebem valores de PIS pela Caixa de acordo com o mês de nascimento de cada um. O Banco do Brasil (BB) é responsável pelo atendimento a militares e servidores públicos por meio do Programa de Formação de Patrimônio de Funcionários Públicos (PASEP) e paga pelo número final de inscrição no PASEP.

Valor do PIS/Pasep aumentará em maio

O PIS é um benefício anual que pode chegar ao salário mínimo. Em janeiro de 2023, o valor foi reajustado para R$ 1.302, valor repassado. No entanto, agora em maio, o salário mínimo passará por um segundo reajuste em 2023, e a partir do primeiro dia será de R$ 1.320,00.

Assim, a transferência do PIS e do Plano de Ação Palestino será atualizada com o novo valor do salário mínimo. Nessa altura, um grupo de 3,5 milhões de trabalhadores receberia o subsídio salarial já ajustado ao novo mínimo nacional.

Pagamento PIS/Pasep em maio

Para que um trabalhador seja elegível para o PIS/PASEP, ele deve comprovar a elegibilidade para o abono salarial do ano base. As regras para receber o subsídio salarial não mudaram nos últimos anos. Dessa forma, o trabalhador precisa se adequar aos seguintes critérios:

  • Estar matriculado em programas PIS/PASEP por pelo menos cinco anos;
  • trabalhou em carteira assinada por pelo menos 30 dias consecutivos ou não trabalhou no ano-base (2021);
  • Ter recebido um salário médio de até dois salários mínimos na época;
  • Atualizar e comunicar devidamente os seus dados de trabalho na Lista Anual de Informação Social (RAIS).

Vale ressaltar que é necessário ter carteira assinada há pelo menos cinco anos para receber valores do abono salarial consecutivamente ou sem ela até que o benefício seja liberado.

Além disso, é importante que o trabalhador fique atento ao período padrão de registro no PIS/Pasep, que também é de cinco anos. Somente após esse período, o trabalhador terá direito a receber o primeiro abono salarial, mesmo que já atenda a todos os demais requisitos necessários.

Calendário PIS / Pasep 2023

Veja abaixo o cronograma de pagamento do PIS/Pasep em 2023, de acordo com o mês de nascimento:

Calendário PIS 2023

Datas do Vale do Gás 2023 | Calendário Bolsa Família 2023

calendario pis pasep 2023
O calendário do PIS 2023 começa no dia 15 de fevereiro. Os valores são emitidos de acordo com o mês de nascimento dos trabalhadores e começam com os nascidos em janeiro e fevereiro. Quem tiver uma conta no caixa receberá o saldo automaticamente; outros terão uma conta aberta na Caixa Tem. Quem recebe? O PIS em 2023 quem trabalhou com carteira assinada receberá em 2021 e recebeu, em média, até dois salários mínimos. Além disso, você deve estar registrado no PIS/PASEP por pelo menos cinco anos para ter direito ao subsídio.

Calendário PASEP 2023 Datas do Bolsa Família 2023

calendario pasep 2023
O calendário do PASEP 2023 é um pouco diferente do PIS. No PASEP, os pagamentos rastreiam o número final de registro do beneficiário (não o mês de nascimento). O subsídio é um direito concedido aos trabalhadores inscritos no PASEP há 5 anos ou mais, que são anunciados na lista anual de informação social do empregador – RAIS, receberam uma média de até 2 salários mínimos no ano-base (2021) e trabalharam pelo menos 30 dias no ano base.

Os novos valores de PIS/PASEP variam de acordo com o tempo de serviço trabalhado durante o ano-base (2021). Veja como dividir lotes:

  • 1 mês trabalhado – R$ 110,00;
  • 2 meses trabalhados – R$ 220,00;
  • 3 meses trabalhados – R$ 330,00;
  • 4 meses trabalhados – R$ 440,00;
  • 5 meses trabalhados – R$ 550,00;
  • 6 meses trabalhados – R$ 660,00;
  • 7 meses trabalhados – R$ 770,00;
  • 8 meses trabalhados – R$ 880,00;
  • 9 meses trabalhados – R$ 990,00;
  • 10 meses trabalhados – R$ 1.100,00;
  • 11 meses trabalhados – R$ 1.210,00;
  • 12 meses trabalhados – R$ 1.320,00.

Últimas Notícias