15.5 C
São Paulo
domingo, julho 14, 2024

FGTS Digital começa em Março e será pago via Pix

Leia Mais

A fase de testes do FGTS Digital terminou nesta segunda-feira (15). Com isso, a expectativa é que o serviço esteja disponível para os brasileiros a partir de março. A nova função disponibilizará um conjunto de sistemas informatizados, a fim de gerenciar operações de acesso que envolvam o recolhimento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

No último final de semana, os empregadores tiveram acesso ao FGTS Digital para se familiarizar com o sistema e conhecer os processos disponíveis. Entre os recursos oferecidos estão a simulação do valor da indenização compensatória, multa de 40% e a simulação de pagamentos. Por meio do sistema, será possível criar manuais rápidos e pessoais, além de pagar vários trabalhadores de uma só vez.

Segundo informou o Ministério do Trabalho e Emprego, o Pix foi o meio de escolha para efetuar os pagamentos no FGTS Digital. A escolha baseou-se na melhoria do processo de transferência de valores aos trabalhadores.

FGTS Digital: Quais são os benefícios?

As informações disponíveis no ambiente social eletrônico também estarão no FGTS Digital, como dados de emprego e bônus. De acordo com o Ministério do Trabalho, “o registro do empregador e a procuração cadastrada no sistema durante o período de produção limitada permanecerão válidos e não serão excluídos”.



Dessa forma, o FGTS Digital surge com o objetivo de melhorar a gestão, reduzir custos operacionais decorrentes do FGTS e aumentar o controle e a transparência das operações. Além disso, o novo método reduzirá despesas relacionadas a taxas relacionadas ao recebimento de provas e aumentará a segurança e integridade dos dados.

Os empregadores também poderão fornecer informações para orientar ações e tomar decisões estratégicas. O sistema digital do FGTS poderá notificar os devedores do FGTS automaticamente. Por fim, os débitos de taxas devem ser recolhidos antes que o FGTS Digital possa ser implementado por meio dos comprovantes emitidos pela Caixa Econômica Federal.

Últimas Notícias