13.9 C
São Paulo
domingo, julho 14, 2024

Farmácia Popular: saiba como fazer para obter remédios gratuitos ou mais baratos

Leia Mais

O uso constante de medicamentos faz parte da rotina de muitos brasileiros que sofrem de doenças que precisam de cuidados. No entanto, o que vem com isso é algo mais complicado: os valores das drogas. Dependendo do tratamento necessário, as contas com medicamentos podem chegar a três dígitos.

No entanto, isso não significa que tudo está perdido. O governo federal tem um programa voltado para ajudar pacientes que não têm condições de pagar por medicamentos.

Farmácia Popular e Auxílio à Saúde

O Programa Farmácia Popular no Brasil (PFPB) foi desenvolvido pelo governo federal para complementar a disponibilidade de medicamentos utilizados na Atenção Primária à Saúde (APS). Assim, os medicamentos são fornecidos por meio de parcerias com farmácias e farmácias conveniadas à rede privada.

Assim, além das unidades básicas de saúde e farmácias municipais, os cidadãos também podem adquirir seus medicamentos em farmácias particulares aprovadas pelo PFPB. Entre o catálogo disponível, é possível encontrar medicamentos gratuitos para o tratamento de diabetes, asma e hipertensão. Desde junho deste ano, também é possível comprar medicamentos para osteoporose e anticoncepcionais.
Além disso, o programa oferece medicamentos subsidiados para dislipidemia, rinite, doença de Parkinson, glaucoma e fraldas envelhecidas. Nesses casos, o Ministério da Saúde é responsável pelo pagamento de parte do valor dos medicamentos, que pode chegar a 90% do valor de referência previsto. Assim, o restante do valor será pago pelo cidadão.

Como descobrir o qual é a farmácia popular?

No total, a Farmácia Popular cobre o tratamento de 11 doenças. Portanto, para saber se há uma unidade perto de você, basta acessar o site do Ministério da Saúde para verificar os endereços e telefones das unidades aprovadas no programa. Em geral, as farmácias declaram que são populares em suas fachadas.

Finalmente, para obter seus medicamentos através da farmácia popular, você precisará ir a uma das farmácias e fornecer seu documento de identidade e receita. Vale ressaltar que não é necessário que a prescrição seja de um médico do SUS para descontos em medicamentos.

Últimas Notícias