25.3 C
São Paulo
domingo, abril 21, 2024
- Publicidade -spot_img

Conta de luz está prestes a pesar ainda mais no bolso dos consumidores em 2024. Entenda os motivos por trás desse aumento e veja como se preparar

Leia Mais

Atenção dos brasileiros! O preço da conta de luz pode sofrer novos aumentos em 2024. De acordo com especialistas, o motivo do aumento do frete é o aumento das taxas de serviço do sistema (ESS). Com isso, os consumidores poderão pagar taxas adicionais para cobrir os custos de fornecimento de energia, como o acionamento de usinas térmicas em caso de queda no nível das hidrelétricas brasileiras.

No entanto, o SEE é necessário para que o sistema elétrico nacional continue operando. Com eles, os custos de operação dos geradores são compensados. Além disso, há outros fatores que afetam o aumento das taxas cobradas dos brasileiros. Entre eles está o aumento do consumo de energia pelos consumidores, principalmente nos horários de pico.

Além disso, a queda na geração de energia por meio de parques eólicos também afeta os valores que o ESS vai cobrar. A tarifa é estimada anualmente pela Anel, que incorpora o valor em aditivos contratuais para as distribuidoras de energia. Em 2023, a SSE foi estimada em R$ 142,9 milhões. No entanto, as despesas somaram R$ 842,3 milhões. Com isso, a diferença será repassada aos consumidores por meio dos reajustes contratuais deste ano.

Conta de luz

Bandeiras tarifárias podem aumentar o valor das contas

Além do ESS, a Aneel estabeleceu um novo padrão para a ativação das bandeiras tarifárias. Assim, quando o operador do Sistema Elétrico Nacional (ONS) precisa acionar usinas térmicas de forma inusitada, o custo dessa conexão pode determinar a cor da bandeira aplicada às contas do mês seguinte.


Assim, se essa regra estivesse em vigor em 2023, a diferença de R$ 700 milhões no ESS teria sido repassada aos consumidores ao longo do ano por meio de bandeiras tarifárias. Assim, o reajuste não ocorrerá de forma única, como previsto para este ano de 2024, mas mensalmente, de acordo com os custos de geração de energia no país.

Por fim, com a chegada de uma nova onda de calor e um possível aumento no consumo de energia elétrica, é fundamental que os consumidores estejam atentos aos gastos. Isso porque o aumento do consumo em todo o país pode provocar a ativação de uma bandeira tarifária mais cara nos próximos meses.

Bruno Ferreira
Bruno Ferreirahttp://redebrasilnews.com.br/
Além de sua atuação nas redações, Bruno Ferreira também explorou a era digital, envolvendo-se em projetos de mídia online, podcasts e outras formas inovadoras de contar histórias. Sempre em busca de novas formas de se conectar com o público, um defensor incansável da liberdade de imprensa e da importância do jornalismo independente na sociedade contemporânea.

Últimas Notícias