19.9 C
São Paulo
sábado, maio 18, 2024
- Publicidade -spot_img

Com R$ 7,3 bilhões disponíveis para resgate! Saiba como consultar seu CPF para verificar se você possui “dinheiro esquecido”

Leia Mais

O Banco Central informou que o sistema de recebíveis (SVR), popularmente conhecido como “fundos esquecidos”, ainda tem R$ 7,3 bilhões disponíveis para recuperação. Muitos brasileiros nem sabem que para fazer a consulta, basta apenas informar dados como CPF e data de nascimento.

A plataforma criada pelo Banco Central permite que pessoas físicas e jurídicas consultem e recuperem os valores remanescentes em bancos, sindicatos e outras instituições financeiras. O portal foi criado em 2022 e está fora do ar há alguns meses, mas retornou com novos recursos em 7 de março de 2023.

Um usuário que acessar o sistema poderá ver se há algum valor disponível em seu CPF ou no CNPJ de sua empresa, além de obter informações sobre como recuperar os recursos. No caso de pessoas falecidas, herdeiros, testamentos, inventores e representantes legais podem realizar o resgate.

Segundo o Banco Central, cerca de 63% dos resgates somam R$ 10, enquanto 25,12% dos usuários poderão sacar entre R$ 10,01 e R$ 100. Apenas 10,08% dos cidadãos têm entre R$ 100,01 e R$ 1.000 para receber, mas 1,76% do total de clientes terão a oportunidade de sacar acima de R$ 1.000,01.

Consulta pelo CPF

Se você não consultou o sistema de direitos para ver se há algum valor esperando por você, aqui está como é fácil:

  • Acesse o site valoresareceber.bcb.gov.br;
  • Clique em “Ver recebíveis”;
  • Informar número de CPF ou CNPJ;
  • Informe sua data de nascimento ou a data de abertura da empresa;
  • Marque e clique em “Consultar”.

Caso haja algum valor a receber, volte para a página principal e entre no menu “Acesse o sistema de direitos”. Para acessar, é preciso ter uma conta Gov.br do nível Prata ou Ouro. As etapas a seguir serão exibidas na tela.

Algumas instituições oferecem a possibilidade de solicitar o valor pela própria plataforma, na opção “Solicite aqui”. O pagamento é via Pix e leva até 12 dias úteis. Outros bancos informam o telefone de contato apenas para que o consumidor possa solicitar os valores por meio de seu canal de atendimento.

Últimas Notícias